Peppermint 11 lançado com componentes Debian Linux, deixando Ubuntu e LXDE

Peppermint 11 lançado com componentes Debian Linux, deixando Ubuntu e LXDE

Peppermint OS 11 está aqui depois de quase três anos de espera, abandonando o Ubuntu como sua base e removendo componentes LXDE. Parece excitante!

Peppermint OS 11 foi um dos lançamentos mais esperados para 2022, e finalmente chegou!

Peppermint OS 11 com navegador Firefox aberto na página do livreeaberto.com e janela de boas vindas do sistema

Para não esquecer a trágica perda de seu principal desenvolvedor Mark Greaves em 2020, a Peppermint OS perdeu um de seus contribuintes mais significativos.

Agora, depois de quase dois anos, Peppermint 11 está aqui! Não é apenas um upgrade comum, mas parece que Peppermint 11 é o primeiro lançamento com Debian como sua base, abandonando o Ubuntu.

Vamos destacar todos os detalhes principais do lançamento abaixo.

Peppermint 11: O que há de novo?

O principal destaque da versão é que deixou de usar o Ubuntu e usa o Debian 64 bits como base.

Tecnicamente, é baseado no ramo estável de Debian 11 'Bullseye'. Então, você deve esperar as últimas melhorias para o Debian juntamente com Peppermint OS 11.

Além da nova base, existem algumas outras mudanças que incluem:

XFCE 4.16.2 sem componentes LXDE

Peppermint OS 11 com um terminal aberto e mostrando informações do neofetch

O Peppermint OS utilizou o ambiente de desktop XFCE com componentes LXDE para fornecer uma experiência híbrida.

O Peppermint 11 removeu todos os componentes LXDE para se concentrar em fornecer uma experiência de desktop com o XFCE.

Instalador Calamares substituindo o Ubiquity

Instalador Calamares no Peppermint OS 11 em português

Para melhorar o processo de instalação, o Peppermint 11 utiliza o moderno instalador Calamares.

Novo aplicativo de Boas Vindas

Janela de boas vindas do Peppermint OS 11

Para lhe dar uma vantagem, o Peppermint OS agora inclui um novo aplicativo Welcome que permite que você saiba mais sobre o sistema/componentes usados e instale o software necessário para começar.

Por exemplo, você não tem um navegador padrão pré-instalado com o Peppermint 11. Você pode iniciar rapidamente o seletor de pacotes de software e instalar navegadores como Firefox, GNOME, Tor, Falkon e Chromium.

Instalador de navegadores e outros softwares do Peppermint OS 11

Novo Peppermint Hub

O novo Peppermint Hub mantém as coisas arrumadas combinando as configurações e o centro de controle para ajudá-lo a gerenciar o sistema facilmente.

Peppermint Hub no Peppermint OS 11

Novas Aplicações

A distribuição inclui um bloqueador de anúncios baseado em terminal, ou seja, hblock que pode ser ativado ou desativado quando necessário.

Navegador de arquivos padrão do Peppermint OS 11

Nemo substitui Thunar como o gerenciador de arquivos padrão, e ele torna o ambiente familiar e pode ser útil para muitos usuários.

Outras melhorias

No geral, com uma nova base, e o Linux Kernel 5.10 atualizado, o Peppermint 11 deve ser uma escolha interessante para experimentar.

Algumas outras alterações nas notas de lançamento incluem:

  • Um conjunto mínimo de papel de parede de desktop está incluído durante a instalação. Baixe papel de parede adicional Bem-vindo ao Peppermint.
  • Um conjunto simplificado de ícones e temas XFCE estão incluídos.

Peppermint OS 11

Então, agora que o Peppermint OS 11 está aqui, você vai considerar experimentá-lo em seu sistema primário? Já tentou? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Última atualização deste artigo: 3 de fevereiro de 2022

PROPAGANDA
PROPAGANDA