Redox OS 0.7.0 baseado em Rust chega com suporte a hardware aprimorado

Redox OS 0.7.0 baseado em Rust chega com suporte a hardware aprimorado

O Redox OS 0.7.0 chega com várias melhorias que se concentram em fazê-lo inicializar na mais ampla gama de hardware.

Enquanto continuamos a observar novos lançamentos de distros baseadas no Ubuntu nesta época do ano, aqui está algo para variar.

O que estamos destacando aqui é o Redox OS, que se concentra em estabilidade e segurança. Nós já falamos dele em um artigo de 2016 durante seus estágios iniciais de desenvolvimento (se você estiver curioso).

Basicamente, é baseado no Unix, mas é um sistema operacional completo. Além disso, é inteiramente escrito do zero usando Rust — uma linguagem de programação popular com bom gerenciamento da memória.

A outra grande característica do Redox OS é que ele adota uma abordagem de design de microkernel. Isso significa um tamanho menor e uso de funcionalidades básicas quando comparado com o kernel monolítico como o Linux.

Redox OS 0.7.0: O que há de novo?

Redox OS 0.7.0

A nova versão do Redox OS se concentra na própria base do SO e tem como objetivo ampliar o suporte ao hardware. Vamos dar uma olhada no que este lançamento traz.

Sistema de arquivos melhorado

Redox inclui um sistema de arquivos personalizado chamado RedoxFS que também é compatível com o Linux.

O RedoxFS agora é um sistema de arquivos Copy-on-Write e suporta criptografia transparente usando AES (Advanced Encryption Standard) quando a aceleração de hardware está disponível.

Carregador de inicialização reescrito

O bootloader foi completamente revisado de tal forma que as versões UEFI e BIOS agora usam um código comum.

Além disso, o SO também compartilha o mesmo código de driver para melhorar a segurança. Isso implica que o sistema de arquivos pode ser desbloqueado pelo bootloader para criptografar e hash o kernel e os initfs.

Atualizações para o Microkernel

O microkernel passou por várias correções, alterações e alterações para melhorar o desempenho e trazer melhor suporte ao hardware.

Por exemplo, suporte para ARM (aarch64) e compiladores futuros foram adicionados.

O kernel força a codificação UTF-8 a todos os caminhos do sistema e faz uso de acpid – o daemon usado para gerenciamento de energia.

O empacotamento também foi melhorado, uma vez que os initfs são movidos para um arquivo separado.

Outras características

O Redox OS inclui uma versão atualizada do rustc – o compilador Rust – e relibc, a biblioteca C baseada em Rust, para melhorar o suporte, o desempenho e a portabilidade do software.

Você também pode ler o post oficial do blog ou sua página do GitLab para saber mais sobre o lançamento.

Pensamentos Finais

É importante notar que o Redox OS pode não ser um substituto para a maioria, no entanto, com o conjunto de melhorias planejadas para o futuro pelo desenvolvedor (Jeremy Soller), pode ser uma alternativa promissora.

O desenvolvedor também planeja fazer lançamentos regulares. Então, deve ser interessante ver o que o Redox OS tem a oferecer em um futuro próximo.

*Você conhecia o Redox OS? O que você acha?

Via itsfoss.com. Você pode conferir o post original em inglês:

Rust-based Redox OS 0.7.0 Arrives with Enhanced Hardware Support

Última atualização deste artigo: 30 de abril de 2022

PROPAGANDA
PROPAGANDA