Microsoft tem outra distribuição Linux e é baseada no Debian

Microsoft tem outra distribuição Linux e é baseada no Debian

A Microsoft tem usado um distro Linux baseado no Debian para o Azure Cloud. Estamos começando a saber sobre isso agora!

A Microsoft utiliza o Linux para uma ampla gama de seus projetos. Nos últimos anos, você deve ter lido muito sobre WSL (ou WSL2) e uma distribuição Linux feita pela Microsoft, ou seja, CBL (Common Base Linux) Mariner.

Mesmo com o Windows 11, a Microsoft continua melhorando a experiência com WSL.

Enquanto o CBL Mariner é usado para alimentar o WSLg (a parte gui do WSL 2) e o Azure, alguma cobertura recente da imprensa (via ZDNet) descobriu outra distribuição Linux que a Microsoft usa internamente.

A Microsoft com certeza adora Linux, certo?

CBL-Delridge: uma distro Linux baseada em Debian

Créditos: Hayden Barnes/Boxofcables.dev

A Microsoft mantém uma distro baseada no Debian, que é usada para alimentar o Cloud Shell do Azure. E atende pelo nome "CBL-Delridge".

Graças a Hayden Barnes, gerente sênior de engenharia responsável por contêineres Windows na SUSE.

Em um de seus posts de blog mais antigos em fevereiro de 2022, ele revelou mais detalhes sobre isso enquanto ajudava a compilá-lo e importá-lo para a WSL, se necessário.

CBL-Delridge (CBL-D) é baseado em Debian 10 (Buster), ao contrário da CBL-Mariner, construída do zero.

Não é surpresa ver Debian sendo favorecido aqui. Até o Google abandonou o Ubuntu pelo Debian para sua distro Linux gLinux interna.

Curiosamente, a Microsoft publicou a distro em 2020 para uso interno (de acordo com uma linha do tempo não oficial das interações de código aberto da Microsoft mantidas por Hayden), e estamos começando a saber sobre isso em 2022.

Créditos: Hayden Barnes/Boxofcables.dev

O CBL-Delridge também utiliza o mesmo número de versão 10 (coincidentemente) com o codinome "Quinault". Quebrando o nome, ZDNet observa que Delridge é um distrito no oeste de Seattle, e Quinault refere-se a um vale no Parque Nacional Olímpico no Estado de Washington.

Compilando CBL-Delridge

Ao contrário das distribuições Linux normais, você não encontrará um arquivo de imagem para baixar publicamente.

Considerando que os repositórios de pacotes apt para CBL-D são públicos, você pode construir sua imagem de CBL-D se precisar testá-lo para qualquer um de seus requisitos relevantes.

Você também pode importá-lo no WSL. O Post no blog de Hayden explica o uso de debootstrap para começar a construir a imagem e, em seguida, importá-la para wsl.

Note que o CBL-D não é exatamente um substituto para Debian. Então, você pode não ser capaz de encontrar todos os seus pacotes favoritos. Para saber mais sobre isso, você pode explorar o post de Hayden no blog.

O que você acha das distribuições Linux da Microsoft para uso interno? Já tentou algum deles? Deixe-nos saber sua opinião nos comentários.

Via itsfoss.com. Você pode conferir o post original em inglês:

Microsoft has another Linux distribution and it is based on Debian

Última atualização deste artigo: 17 de maio de 2022

PROPAGANDA
PROPAGANDA