Conversores de vídeo de código aberto para Linux

Conversores de vídeo de código aberto para Linux

Tem que converter seu vídeo em um formato diferente? Aqui estão os melhores conversores de vídeo gratuitos e de código aberto disponíveis para Linux.

Downloads de vídeo são divertidos até se tornaram indispensáveis. Então, aqui está a lista dos principais conversores de vídeo de código aberto para ajudar seus downloads a permanecerem relevantes em todos os lugares.

A conversão de vídeo não é a melhor coisa que você quer fazer com um vídeo, mas torna-se inevitável às vezes.

Por exemplo, você só pode carregar vídeos em formatos específicos no YouTube, Facebook, etc. Da mesma forma, os tocaores de vídeo não reproduzem todos os outros formatos em que você baixa ou cria vídeos.

E, finalmente, conversores de vídeo são importantes para uma edição de vídeo eficiente para atender a aplicativos específicos.

Recursos gerais para procurar em qualquer conversor de vídeo:

  • Suporte a vários formatos
  • Capacidade de alterar resoluções
  • Permitir a adição de faixas de áudio
  • Permitir a mudança das taxas de quadros

Então, aqui está nosso resumo dos melhores conversores de vídeo de código aberto.

Por favor, note que esta não é uma lista de classificação.

1. Handbrake

Handbrake

Handbrake é um conversor de vídeo de código aberto. É muito poderoso com apenas uma pequena curva de aprendizado.

Ele suporta uma ampla gama de formatos de vídeo. Handbrake também tem numerosas predefinições para acelerar a conversão para iniciantes. Mas também tem toneladas de ajustes para usuários avançados.

Além disso, você pode converter um grande número de arquivos com conversão em lote. Tem tudo, menos uma interface de usuário atraente.

Dito isso, é de graça e livre, e não há razão para não experimentar.

HandBrake está disponível para Linux, Windows e Mac.

2. FFmpeg (com interface gráfica)

FFmpeg é um projeto livre de código aberto capaz de lidar com tudo multimídia criado por humanos ou máquinas, como mencionado em seu site.

Você pode usar FFMPEG para gravar, reproduzir e converter áudio e vídeo. Mas para a maioria das pessoas, é apenas uma ferramenta difícil.

Existem várias interfaces de usuário gráfico (GUI) que aproveitam o poder desta estrutura multimídia. Você pode ter adivinhado, sim, é um utilitário de linha de comando.  

Então, vamos discutir duas interfaces gráficas para você usar FFmpeg com facilidade.

2.1 Mystiq

Mystiq

Mystiq simplifica FFmpeg. Esta GUI aberta e gratuita é limpa e muito intuitiva para instalar e começar.

Há muitas predefinições para conversão. Além disso, usuários especializados podem se beneficiar dos recursos do FFmpeg navegando em Edit>Set Parameters>Advanced.

Você também pode passar por nossa própria cobertura sobre o Mystiq. Ele pode ser baixado para Windows e Linux.

2.2 FFqueue

FFqueue

FFqueue é uma interface gráfica avançada para FFmpeg. Ele usa as configurações gráficas nativas do sistema operacional.

Imediatamente, a instalação não é moleza e não é recomendada para iniciantes. Mas se você passou pela instalação complicada, então ele lhe apresenta uma GUI muito funcional.

Notavelmente, isso não vem com nenhuma predefinição padrão. Em vez disso, você pode fazer suas próprias. FFqueue está disponível para Linux e Windows.

3. Ciano

Ciano

Ciano é mais uma interface gráfica baseada em FFmpeg (para áudio e vídeo) e ImageMagick (para imagens).

Tem uma interface de usuário simplificada demais para iniciantes. Sua experiência com o Ciano limita-se a selecionar o formato na barra lateral, exportar o arquivo e, finalmente, verificar a pasta de saída para conversão.

Lembre-se de instalar FFmpeg e Imagemagick antes de começar com Ciano. Finalmente, este conversor de vídeo simplista é apenas para Debian e seus derivados.

4. Shutter Encoder

Shutter Encoder

Shutter Encoder é livre e extremamente fácil de instalar. Não é só para vídeos, pois pode processar áudio e imagens também. A única grande desvantagem é que ele tem uma interface do usuário datada que parece que você voltou dez anos atrás no tempo.

É um conversor realmente robusto, mas apenas nas mãos de um usuário avançado. Ele tem toneladas de recursos, mas sem uma pré-visualização, um usuário médio é deixado para tentar com erros e acertos.

Imediatamente, a interface do usuário não é a mais intuitiva, e na maioria das vezes é como encontrar uma agulha em um palheiro. Isso é estritamente recomendado para usuários especializados.

O Shutter Encoder pode ser usado no Linux e no Windows.

5. MEncoder com Mplayer

Mplayer é novamente uma opção avançada que não vem com uma GUI. Você terá que encontrá-lo e baixar a partir do disponível frontends não-oficiais MEncoder.

A funcionalidade depende da GUI que você usa. A maioria está desatualizada e não está em desenvolvimento atual.

Uma dessas GUI é GMEncoder. MEncoder está disponível para Linux, Windows e macOS X.

6. Avidemux

Avidemux

Avidemux é de longe um dos mais fáceis de usar. Ele também vem como um AppImage, então basta baixar o arquivo, torná-lo executável, e pronto.

É de código aberto e livre. A Avidemux é especialmente projetado para iniciantes. É um editor de vídeo e conversor empacotado em um, embora você possa trabalhar com outros formatos multimídia também.

A Avidemux vem com uma opção de pré-visualização. Ele realmente ajuda você como um novato ou usuário médio a verificar o resultado antes de ir para uma conversão completa.

Avidemux é um conversor de vídeo elegante disponível para Linux, Windows, Mac, PC-BSD.

Conclusão

Para um usuário médio de Linux como eu, a opção mais poderosa é o Handbrake, seguido pela Avidemux. Ambos oferecem fácil instalação e excelentes recursos.

Mas usuários medianos e especialista devem experimentar FFmpeg com qualquer GUI adequado.

E vá com Shutter Encoder se você for corajoso o suficiente.

Via itsfoss.com. Você pode conferir o post original em inglês:

Open Source Video Converters for Linux [GUI and CLI]

Última atualização deste artigo: 26 de julho de 2022

PROPAGANDA
PROPAGANDA