Canonical apresenta Ubuntu Core 20 para proteger dispositivos IoT e sistemas incorporados

3 de fevereiro de 2021

A Canonical acaba de lançar o Ubuntu core 20, que é uma versão mínima do Ubuntu 20.04 LTS feita principalmente para dispositivos IoT e grandes implantações de contêineres.

Eles anunciaram que o Ubuntu Core 20 agora está disponível de maneira geral, e o foco principal é fornecer segurança para IoT e dispositivos de ponta. Além disso, esta versão também traz alguns novos recursos, como inicialização segura, criptografia de disco completo e recuperação segura de dispositivo.

Vamos dar uma olhada no que é empolgante com o Ubuntu Core 20.

Principais recursos do Ubuntu Core 20

Antes de prosseguirmos, aqui está a lista dos principais recursos do Ubuntu Core 20:

  • Criptografia de disco completo via integração TPM
  • Menu e seletor do modo de recuperação
  • Um novo modo de recuperação e reinstalação
  • MAAS inicial e suporte cloud-init
  • Suporte para Raspberry Pi (ARMv7 e ARM v8)

Como mencionei anteriormente, o foco principal desta versão gira em torno da segurança para dispositivos IoT. A Canonical aponta as preocupações com a segurança de IoT e dispositivos de ponta, pois eles são remotos e são bastante vulneráveis a hackers, roubo de dados, etc.

E, como a computação de ponta está se tornando mais popular entre as empresas, é essencial focar na segurança, e a Canonical está fazendo o seu melhor aqui.

Basicamente, o Ubuntu Core utiliza snaps, que são estritamente confinados e isolados, reduzindo o dano de aplicativos que estão em risco. Esses snaps incluem todos os pacotes necessários para executar os aplicativos. Além disso, você não obterá nenhum software não utilizado no sistema operacional básico, o que minimiza a superfície de ataque.

O recurso de criptografia de disco completo ajuda a cumprir os requisitos de privacidade para aplicativos sensíveis do consumidor, industriais, de saúde ou cidade inteligente.

Além de fornecer o Ubuntu Core 20 como um sistema operacional autônomo, a Canonical também está trabalhando com seus parceiros para trazer novos dispositivos ao mercado através de SMART START, que é um contrato de preço fixo que também cobre consultoria, engenharia e atualizações para os primeiros 1000 dispositivos em hardware certificado, para reduzir o risco do projeto IoT. Eu diria que isso é uma coisa boa.

Se você está curioso para saber mais sobre o Ubuntu Core, pode se inscrever no Webinar em 4 de fevereiro de 2021 (quarta-feira) conduzido pela Canonical.

Obtenha o Ubuntu Core 20

O Ubuntu Core está disponível e certificado para computadores de placa única x86 e ARM. Você pode obtê-lo agora em seu site oficial.

Ubuntu Core 20

Nos últimos anos, a Canonical tem realmente expandido seus limites no setor comercial para fornecer mais segurança para dispositivos IoT.

O que você acha do Ubuntu Core 20? Deixe-me saber sua opinião na seção de comentários abaixo.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Arish V e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

Canonical Introduces Ubuntu Core 20 To Secure IoT Devices & Embedded Systems

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda