8 novos recursos e melhorias para esperar no lançamento do GIMP 3.0

O GIMP 3.0 é um dos lançamentos mais esperados.Considerando suas versões de desenvolvimento, aqui está uma lista de características esperadas.

12 de novembro de 2021
8 novos recursos e melhorias para esperar no lançamento do GIMP 3.0

GIMP é um dos melhores editores de imagem gratuitos disponível para Linux. Não apenas para os usuários que desejam uma alternativa gratuita à Suite Adobe, mas muitos profissionais usam o GIMP para obras de arte, design e edição de fotos.

Mesmo que o GIMP ofereça muitas características essenciais e opções para trabalhar, muitas alternativas modernas (independentemente da plataforma) apareceram e superam o GIMP de várias maneiras.

E o GIMP 3.0 poderia ser o lançamento que vira o jogo colocando o GIMP como uma das melhores ofertas modernas para competir com opções comerciais disponíveis por aí.

Este artigo irá discutir os recursos esperados para o lançamento do GIMP 3.0.

Principais recursos a esperar com o GIMP 3.0

Seguindo o caminho para o lançamento do GIMP 3.0, as versões de desenvolvimento tiveram muitas melhorias.

Podemos esperar por todos os recursos/alterações que você vai ver nas compilações de desenvolvimento, mas vamos mostrar alguns destaques neste artigo.

1. Interface baseada em GTK3

Créditos: GIMP Blog

O GIMP 3.0 trará uma revisão visual com a UI baseada em GTK3. Junto com a aparência aprimorada, você também pode esperar novos widgets.

Não esquecendo, Edward Snowden também acha que o GIMP precisa de uma revisão da interface. Então, o GIMP 3.0 deve fazer a diferença de alguma forma se não acabar sendo um deleite visual.

Nos lançamentos prévios do GIMP, não havia suporte para telas de alta densidade de pixels. Era gerenciável, mas o GIMP não parecia bom o suficiente se você tivesse uma tela de resolução maior.

Agora com o GTK3 a bordo, adiciona suporte para exibições de alta densidade de pixels. Tudo o que você precisa fazer é definir a dimensão/resolução preferida do seu sistema operacional, e o GIMP deve suportá-lo.

2. Suporte ao Wayland

A transição para GTK3 deve garantir um melhor suporte ao Wayland. Então, se você estiver começando a usar sessões com o Wayland, o GIMP 3.0 deve permitir que você use o aplicativo sem nenhum problema.

3. Seleção de múltiplas camadas

Créditos: GIMP Blog

Uma das características principais é a capacidade de selecionar várias camadas.

Embora tenha sido um recurso muito necessário por um longo tempo, ele finalmente está se tornando realidade para o lançamento do GIMP 3.0.

Com esse recurso, pode-se gerenciar e organizar facilmente várias camadas em seus projetos.

De acordo com as informações disponíveis, elas mencionam oficialmente mais sobre a mudança:

As camadas encaixáveis agora são totalmente conscientes de multi-seleção, usando a interação usual para seleção de multi-itens (Shift+click para selecionar uma variedade de camadas e Ctrl+click para selecionar ou desmarcar camadas que não estejam em sequência). As operações organizacionais agora funcionam em todas as camadas selecionadas, ou seja, você pode mover, reordenar, excluir, duplicar, mesclar (e mais ...) todas as camadas selecionadas de uma só vez.

Em outras palavras, você pode selecionar várias camadas e executar operações em lote em todas elas de uma só vez.

Por exemplo, você pode cortar, mover, usar a ferramenta de seleção de cores em camadas mescladas e fazer mais coisas com esse recurso.

Ao publicar este artigo, notei que é um trabalho em andamento com algumas limitações, conforme seu blog de desenvolvimento. Espero que, com a liberação estável, a seleção multi-camada funcione perfeitamente.

4. Nova API de plugins

A API do plug-ins mantém todas as funcionalidades essenciais, mas também introduz várias novas melhorias.

Assim, a nova API de plugins não deve quebrar qualquer coisa para os desenvolvedores, mas permitir que eles migrem seus plugins para o aplicativo GIMP 3.0 facilmente.

Algumas melhorias como mencionado em seus lançamentos de desenvolvimento:

  • Movido de IDs de objeto para objetos reais. Em particular no GIMP 3, GimpImage, GimpItem, GimpDrawable, GimpLayer, GimpVectors, GimpChannel e GimpPDB são objetos (outras classes de objetos já existem ou podem ser adicionados posteriormente).
  • Os caminhos agora são tratados como GFile, o que implica usar a API Glib/Gio.
  • A API do GIMP deve ser totalmente utilizável em uma ampla gama de linguagens (Python 3, Javascript, Lua, Vala, etc)

5. Paint Select Tool

Créditos: GIMP Blog

A ferramenta Select Foreground não está indo a lugar nenhum. No entanto, uma nova ferramenta de "Paint Select" experimental está sendo trabalhada e permite selecionar e pintar progressivamente a região onde você usa o pincel.

A ferramenta Paint Select também visa superar as limitações com a ferramenta de seleção de primeiro plano para grandes imagens e resolver problemas de memória/estabilidade.

Não podemos ter certeza se chega ao lançamento estável, considerando que foi listado como experimental, mas já tem novos ícones para ajudá-lo a identificar a ferramenta.

6. Suporte ao Windows Ink

Créditos: GIMP Blog

Claro, falamos sobre Linux aqui. Mas, o GIMP é uma ferramenta popular multiplataforma.

Portanto, para atrair mais usuários, é bom ter suporte de hardware para ferramentas que profissionais ou designers usem.

O GIMP 3.0 agora suporta o Windows Ink fora da caixa, graças à sua adição ao GTK3. Você receberia a opção de usar a API do Windows Ink nas configurações para gerenciar dispositivos de entrada.

7. Suporte de gesto melhorado

O GIMP não era o melhor candidato para usuários de laptop ou, com mais precisão, usuários de touchpad/touchscreen.

No entanto, isso pode mudar com o suporte do GIMP 3.0 adicionando o suporte ao gesto para beliscar para ampliar/sair da tela.

Poderíamos ver mais suporte a gestos no lançamento final, mas não há novos gestos da versão 2.99.8, que é a mais recente liberação de desenvolvimento.

8. Suporte de formatos de arquivo melhorado

O GIMP 3.0 agora suporta o formato de arquivo JPEG-XL, com a capacidade de carregar/exportar arquivos .jxl com perfis de cores de grayscale e RGB.

O suporte para os arquivos do Adobe Photoshop foi melhorado também. Agora pode lidar com arquivos PSD maiores que 4 GB, carregando até 99 canais.

Além disso, o suporte para a WebP e imagens SGI de 16 bits também foram melhoradas.

Conclusão

Olhando para blog de desenvolvimento do GIMP, parece que eles estão quase prontos para o lançamento final. No entanto, eles não compartilharam qualquer cronograma em particular para uma data de lançamento.

Então, deve chegar assim que eles acabarem com os bugs e finalizarem as melhorias.

Você está ansioso pelo GIMP 3.0? Parece uma liberação promissora da próxima geração?

Via itsfoss.com. Você pode conferir o post original em inglês:

8 New Features & Improvements to Expect in GIMP 3.0 Release
Aproveite e assista um de nossos vídeos