Polícia Nacional Francesa muda 37.000 desktops para Linux

2 de outubro de 2013

Polícia francesa adota Ubuntu Linux Polícia francesa adota Ubuntu Linux Linux não é mais apenas para geeks. Também é adequado para amigos ou pelo menos uniformes amigáveis na França. A agência nacional de aplicação da lei francesa Gendarmerie agora está executando mais de 37.000 desktops no Linux. Curiosamente, Gendarmerie usa um Linux customizado baseado no Ubuntu, GendBuntu.

A Gendarmerie tem adotado a abordagem de código aberto há algum tempo e, de acordo com Tenente-Coronel Xavier Guimard, essa mudança para código aberto cortou 70% de seu orçamento de TI este ano. De acordo com o relatório:

A maior parte dessa economia está em licenças de software proprietário. Até 2004, a Gendarmerie adquiriu 12.000 a 15.000 licenças anualmente. Em 2005, comprou apenas 27. Desde julho de 2007, compramos duzentas licenças da Microsoft. Se um de nós quiser um novo PC, ele vem com o Ubuntu. Isso incentiva nossos usuários a migrar. Guimard estima que a Gendarmerie desde 2004 economizou 50 milhões de euros em licenças para aplicativos de escritório padrão, hardware e manutenção.

> Este não é o primeiro, este não será o último

Esta não é a primeira vez que uma agência governamental muda para Open Source. Nos últimos meses, ouvimos a notícia de que Estado de Valência na Espanha mudou para Linux completamente e, assim, economizou milhões de euros. A administração estadual de Berlim começou a distribuir CDs gratuitos do Ubuntu para usuários do Windows XP. A China já está apostando pesado em sua versão chinesa do Ubuntu Linux: Kylin. E temos mais desktops com Ubuntu na Índia. No geral, uma boa notícia para os amantes do Open Source.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Abhishek Prakash e publicado no site itsfoss.com. Tradução sujeita a revisão.

French National Police Switch 37,000 Desktops To Linux

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda