Destruindo jargões Linux: O que é Grub no Linux? Para que isso é usado?

15 de novembro de 2020

Se você já usou um sistema desktop Linux, deve ter visto esta tela. Isso é chamado de tela GRUB. Sim, está escrito em letras maiúsculas.

Grub Screen Linux

Lembra desta tela? Este é o GRUB. Neste capítulo da série Destruindo jargões Linux, direi o que é o Grub e para que é usado. Também mencionarei brevemente a parte de configuração e personalização.

O que é GRUB?

GRUB é um programa completo para carregar e gerenciar a inicialização de sistemas. É o bootloader mais comum para distribuições Linux. Um bootloader é o primeiro software executado quando um computador é iniciado. Ele carrega o kernel do sistema operacional e, em seguida, o kernel inicializa o resto dos sistemas operacionais (shell, gerenciador de exibição, ambiente de trabalho etc.

Boot loader vs boot manager

Não queria confundi-lo neste estágio, mas não vejo opção de evitar trazer este tópico. Há uma diferença obscura entre um carregador de inicialização e um gerenciador de inicialização.

Você já sabe que o bootloader inicia primeiro e então carrega o kernel na memória e o executa. Um programa de gerenciador de boot permite que você escolha entre os sistemas operacionais (se houver mais de um sistema operacional em seu sistema). Um gerenciador de boot não carrega o sistema operacional diretamente.

Com o kernel do Linux versão 3.3, o kernel do Linux inclui um bootloader EFI embutido. Na verdade, qualquer sistema operacional que seja capaz de funcionar o sistema EFI inclui um carregador de inicialização EFI. Em sistemas compatíveis com EFI, o firmware lê a partição do sistema EFI (ESP) para os arquivos EFI para obter informações de inicialização.

Disk Partition Gparted

Tabela de partição com partição ESP

GRUB é um bootloader e um gerenciador de inicialização. Voltarei ao GRUB em um momento. Vamos ver outros programas semelhantes ao GRUB.

Curiosidade: GRUB é a sigla para GRand Unified Bootloader.

Quais são alguns outros programas de gerenciamento de inicialização como o GRUB?

GRUB é o gerenciador de inicialização mais popular para Linux. Mas não é o único. Existe este gerenciador de inicialização rEFInd altamente personalizável que alguns usuários do Linux adoram usar.

Refind Boot Manager

Tela personalizada rEFInd Boot Manager | Crédito da imagem

systemd-boot, um gerenciador de inicialização baseado em texto. Você pode adivinhar que isso é exclusivamente para distribuições Linux baseadas em systemd. Algumas distribuições como o Pop OS usam a inicialização do systemd.

systemd-Boot in Pop OS

systemd-Boot no Pop OS | Crédito da imagem

Acessando ou editando o GRUB

A tela usual do GRUB que você vê é sua interface de menu. Ele permite que você escolha os sistemas operacionais se houver mais de um sistema operacional. Você também pode escolher carregar um kernel diferente se sua distribuição Linux tiver mais de um kernel instalado.

Dependendo da configuração definida pela distribuição Linux, você pode ter algumas outras entradas no menu GRUB.

Você pode editar a entrada do menu GRUB pressionando a tecla e. Dessa forma, você pode alterar os parâmetros do kernel antes de carregá-lo. Por exemplo, em alguns casos, desabilitar o driver gráfico do kernel ajuda você com o sistema Linux travado na inicialização.

Editando grub para corrigir problema de inicialização congelada com Ubuntu Linux

Você também pode entrar no menu de linha de comando do GRUB usando a tecla c na interface do menu GRUB.

Arquivo de configuração GRUB

Todas as alterações feitas no GRUB a partir da interface do menu são temporárias. Se quiser fazer algumas alterações permanentes no GRUB, como alterar o tempo limite padrão, você pode alterar o arquivo de configuração após inicializar o sistema Linux.

O arquivo de configuração padrão do GRUB está localizado em/etc/default/grub. Também existe um diretório /etc/default/grub.d. Você pode editar o arquivo /etc/default/grub diretamente, no entanto, é aconselhável fazer alterações adicionais adicionando arquivos de configuração (arquivos .cfg) neste diretório.

Arquivo de configuração do Grub padrão

Arquivo de configuração do Grub padrão

Personalizador GRUB no Ubuntu

Se você não se sente confortável editando o arquivo com um editor de texto no terminal, pode usar uma ferramenta gráfica chamada GRUB Customizer.

Tornando a opção padrão do Windows no Grub no modo de inicialização dupla

Permite você alterar a ordem de inicialização, tempo limite padrão etc. Você também pode usá-lo para alterar o plano de fundo do GRUB com um papel de parede personalizado.

Infelizmente, essa ferramenta está disponível apenas para distribuições Linux baseadas no Ubuntu.

Conclusão

Eu só falei um pouco sobre o assunto. O EFI, o carregamento de inicialização e o próprio GRUB são tópicos detalhados e complicados e não estão no escopo deste artigo. Este artigo pretende oferecer uma visão geral de alto nível do programa de inicialização GRUB.

Talvez eu escreva um guia detalhado sobre GRUB explicando os detalhes de baixo nível. Por enquanto, se você quiser aprender mais sobre o GRUB, pode acessar a documentação do GRUB em seu terminal Linux usando o comando info grub.

Terminal Linux manual do Grub

O manual do GRUB pode ser acessado através do Terminal

Espero que agora você tenha um conhecimento um pouco melhor do que é GRUB. Aqui está um GIF para te animar.

O que é o Grub

O que é o GRUB? UEFI não me assusta, não mais ... :)

Posso não ter respondido a todas as perguntas que você tem sobre o GRUB. Sinta-se à vontade para me informar na seção de comentários. Posso atualizar o artigo com suas perguntas ou sugestões.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Abhishek Prakash e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

Linux Jargon Buster: What is Grub in Linux? What is it Used for?

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda