Militares italianos vão economizar milhões mudando para o LibreOffice

11 de maio de 2016

! [Militares italianos mudam para LibreOffice](Largest-LibreOffice-deployment-Europe.webp) Militares italianos mudam para LibreOffice

As Forças Armadas italianas economizarão cerca de 29 milhões de euros nos próximos anos, trocando o Microsoft Office pelo LibreOffice, diz relatório.

LibreOffice é a [alternativa gratuita e de código aberto ao Microsoft Office] mais popular (/melhores-alternativas-de-codigo-aberto-para-microsoft-office). E não foram apenas os militares italianos que optaram por essa jogada inteligente. Diversas organizações governamentais em toda a Europa têm optado pelos pacotes de produtividade de código aberto, principalmente para economizar custos de licenciamento de software proprietário. A cidade francesa de Toulouse é um de muitos exemplos.

[Tweet os governos europeus estão economizando milhões de euros ao mudar para #OpenSource]

FreeDefense

O Ministério da Defesa da Itália e a LibreItalia Association assinaram um acordo no ano passado. Com esta colaboração, o pacote de escritório LibreOffice será usado em todos os escritórios do Ministério. LibreItalia, uma organização sem fins lucrativos que promove o LibreOffice, ajudará o Ministério da Defesa italiano com treinadores para seus escritórios em todo o país.

Conforme relatado por Softpedia, Italo Vignoli, presidente honorário da LibreItalia, citou:

Pelo acordo, o Ministério da Defesa italiano desenvolverá conteúdo educacional para uma série de cursos de treinamento online no LibreOffice, que serão divulgados para a comunidade sob Creative Commons, enquanto os parceiros, LibreItalia, gerenciarão voluntariamente a comunicação e o treinamento de treinadores no ministério, Esta migração para o projeto LibreOffice foi chamada de LibreDifesa.

A grande migração

Sob este projeto LibreDifesa, mais de 100.000 desktops do Ministério da Defesa serão migrados para o LibreOffice do Microsoft Office. De acordo com os prazos, cerca de 75.000 postos de trabalho serão migrados até o final do ano de 2017.

As 25.000 estações de trabalho restantes serão migradas até 2020. Esta será a maior implantação do LibreOffice na Europa. De acordo com o General Camillo Sileo, Subchefe do Departamento VI, estima-se que toda a migração economize algo entre 26-29 milhões de euros. Ele também acrescentou:

Até agora, migramos 5.000 estações de trabalho e ainda não encontramos nenhum problema sério. Se gerenciado corretamente, migrar para o LibreOffice é menos difícil do que você pode imaginar. As pessoas são entusiasmadas, envolvidas e prestativas. Compartilhando o máximo possível, sendo transparentes e trabalhando em estreita colaboração com a comunidade do LibreOffice, esperamos enviar uma mensagem forte aos nossos cidadãos e nos tornar um exemplo valioso para outras agências públicas. [Tweet Militares de defesa italianos planejam a maior implantação do #LibreOffice na #Europa]

Mais poder para o LibreOffice

Os esforços da Document Foundation para tornar o LibreOffice uma alternativa viável ao Microsoft Office estão dando frutos agora. O puro entusiasmo reunido pelos voluntários do LibreOffice o tornou um dos projetos de código aberto mais proeminentes e bem-sucedidos. Desejo a eles mais sucesso em um futuro próximo.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Abhishek Prakash e publicado no site itsfoss.com. Tradução sujeita a revisão.

Italian Military to Save Millions by Switching to LibreOffice

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda