Microsoft doa US$ 10 mil ao projeto GNOME

Microsoft doa US$ 10 mil ao projeto GNOME

O projeto GNOME vai receber um impulso de US$ 10.000 da Microsoft.

Mas vamos esclarecer antes de mais nada: essa doação é sem compromisso. Nada está sendo adquirido ou abraçado.

Em vez disso, os funcionários da Microsoft escolheram o GNOME para ser o mais recente destinatário do Microsoft FOSS Fund, uma iniciativa que a gigante do software executou por alguns anos. Ela criou o fundo para "fornecer patrocínios de US$ 10.000 para projetos de código aberto" como parte de um esforço para "retribuir" às comunidades e projetos que seus funcionários dependem em seu trabalho.

Que o "inimigo" único do código aberto está interessado em se posicionar como BFF com esforços de software baseados na comunidade, o Linux em particular, não é novidade, é claro. Mas também não é totalmente falso.

Atualmente, a Microsoft é um membro-chave de muitas organizações líderes de código aberto, contribui diretamente para o kernel Linux, e até mantém sua própria distribuição Linux.

O que é o Fundo Microsoft FOSS?

Todos os meses, a Microsoft permite que seus funcionários nomeiem projetos de código aberto usados pela empresa, mas não de propriedade de (ninguém) nela. Para serem elegíveis, os projetos precisam ter uma licença aprovada pela OSI e uma maneira de processar os fundos.

"O processo de nomeação é aberto a todos os funcionários e estagiários da Microsoft, e um grupo de curadoria – o "Open Source Champs", ajuda a reunir os indicados de cada fundo. Algumas rodadas de financiamento podem ter um tema específico, e cada rodada de financiamento terá de 5 a 20 projetos nomeados ou mais", explica a página GitHub do fundo.

No final do processo de seleção há uma votação e os projetos vencedores recebem um impulso de US $ 10 mil, normalmente oferecido como US $ 1.000 por mês por 10 meses.

Como Gerente Sênior de Programas da Microsoft Emma Irwin revela no Twitter, o projeto GNOME é o mais recente destinatário. Os vencedores anteriores do Microsoft FOSS Fund incluem systemd, curl, QEMU e OpenStreetMap.

O GNOME sendo beneficiado pelo Microsoft FOSS Fund é um grande impulso. Não só o projeto é uma parte importante do cenário de código aberto como todos nós o conhecemos, mas acontece que é importante no cenário de código aberto na Microsoft também.

E mesmo que você não queira dar à Microsoft como uma grande massa corporativa qualquer crédito, em um nível humano, é bom que os funcionários da Microsoft sintam que o GNOME é merecedor.

Via omgubuntu.co.uk. Você pode conferir o post original em inglês:

Microsoft Gives $10k to GNOME for… Being Awesome, Basically

Última atualização deste artigo: 17 de junho de 2022

PROPAGANDA
PROPAGANDA