Review do Lubuntu 20.04: Leve, Minimalista, Polido

27 de abril de 2020

Lubuntu 20.04 LTS é significativamente diferente de sua versão anterior LTS. O objetivo é fornecer a você uma experiência mais refinada, em vez de se concentrar apenas em computadores mais antigos. Leia mais sobre isso enquanto apresento o Lubuntu 20.04.

Review do Lubuntu 20.04: primeiro lançamento LTS com LXQt

Tenho usado o Lubuntu 20.04 alguns dias antes do lançamento. Eu normalmente vivo no mundo Arch com Manjaro e Cinnamon Desktop, então usar Lubuntu foi uma mudança agradável para mim.

Aqui está o que percebi e senti sobre o Lubuntu 20.04.

Tchau, tchau LXDE, Olá LXQt!

Por muito tempo, Lubuntu contou com LXDE para fornecer uma experiência Linux leve. Ele agora usa o ambiente de desktop LXQt.

LXDE é baseado em GTK (as bibliotecas usadas pelo GNOME) e mais especificamente em GTK+ 2, que é datado de 2020. Insatisfeito com GTK+ 3, o desenvolvedor do LXDE Hong Jen Yee decidiu portar todo o desktop para Qt (as bibliotecas usadas pelo KDE). LXDE, o port para Qt dele e o projeto Razor-qt foram combinados para formar LXQt. Embora hoje LXDE e LXQt coexistam como projetos separados.

Já que o próprio desenvolvedor LXDE está se concentrando no LXQt, não faz sentido para o Lubuntu ficar com um ambiente de desktop que teve seu último lançamento estável há mais de três anos.

Lubuntu 18.04 é a última versão do com LXDE. Felizmente, é uma edição de suporte de longo prazo. Ele será oficialmente suportado pela equipe Lubuntu até 2021.

Revisão do Lubuntu 20.04

Não é exclusividade para máquinas mais antigas

Como a definição de “máquina mais antiga” mudou em 2020, Lubuntu 18.04 é a última versão de 32 bits. Hoje em dia, mesmo uma máquina de 10 anos vem com pelo menos 2 gigabytes de RAM e um processador dual-core de 64 bits.

Assim, a equipe Lubuntu não fornecerá mais os requisitos mínimos de sistema e não se concentrará mais principalmente em hardware mais antigo. Embora o LXQt ainda seja um ambiente de desktop leve, clássico, ele é mais polido e rico em recursos.

O primeiro lançamento do Lubuntu com LXQt foi 18.10, dando aos desenvolvedores três lançamentos padrão para aperfeiçoar o desktop LXQt antes do lançamento do Lubuntu 20.04 LTS, que é uma boa estratégia de desenvolvimento.

Não vem com o Ubiquity regular; Lubuntu 20.04 usa o instalador Calamares

Lubuntu 20 04 Installer

Lubuntu 20.04 Calamares Installer

Uma nova instalação começa com o novo instalador Calamares, no lugar do instalador Ubiquity que outros sabores oficiais do Ubuntu usam.

Todo o processo é feito em aproximadamente 10 minutos, um pouco mais rápido do que nas versões anteriores do Lubuntu.

Como o .iso vem com os aplicativos essenciais pré-instalados, você também pode configurar seu sistema mais rapidamente.

Sem atualização do Lubuntu 18.04 para Lubuntu 20.04

Normalmente, você pode atualizar o Ubuntu de uma versão LTS para outra versão LTS. Mas a equipe do Lubuntu aconselha não atualizar do Lubuntu 18.04 para o 20.04. Eles recomendam uma nova instalação e com razão.

Lubuntu 18.04 usa desktop LXDE enquanto 20.04 usa LXQt. Devido às grandes mudanças nos ambientes de desktop, a atualização para 20.04 do 18.04 resultaria em um sistema quebrado.

Mais aplicativos KDE e Qt

Lubuntu 20.04

Aqui estão alguns dos aplicativos que estão disponíveis por padrão nesta nova versão e, como posso ver, nem todos são leves e a maioria deles é baseado em Qt.

Até mesmo o centro de software usado é o Discover do KDE em vez do Centro de Software GNOME do Ubuntu.

  • Ark - gerenciador de arquivos
  • Bluedevil - conector bluetooth
  • Discover Software Center - sistema de gerenciamento de pacotes
  • FeatherPad - editor de texto
  • FireFox - navegador da web
  • K3b - gravador de CD/DVD
  • Kcalc - calculadora
  • Gerenciador de partição KDE - gerenciador de partição
  • LibreOffice - pacote Office (versão de interface Qt)
  • LXimage-Qt - ferramenta de visualização de imagens e captura de tela
  • Muon - gerenciador de pacotes
  • Noblenote - anotador
  • PCManFM-Qt - Gerenciador de arquivos
  • Qlipper - gerenciador de área de transferência
  • qPDFview - visualizador de PDF
  • PulseAudio - controlador de áudio
  • Qtransmission - cliente bittorrent (versão de interface Qt)
  • Quassel - cliente IRC
  • ScreenGrab - Criador de captura de tela
  • Skanlite - digitalização
  • Startup Disk Creator - criador de disco de inicialização USB
  • Trojita - cliente de e-mail
  • VLC - media player
  • Reprodutor de vídeo MPV

Testando Lubuntu 20.04 LTS

Os tempos de inicialização na versão LXQt do Lubuntu são menos de um minuto, inicializando a partir de um SSD.

LXQt atualmente requer um pouco mais de memória do que o LXDE baseado em Gtk+ v2, mas o kit de ferramentas alternativo Gtk+ v3 também teria requerido mais memória.

Após uma reinicialização, o sistema funciona a aproximadamente 340 MB para os padrões modernos, 100 MB a mais que o LXDE.

Htop

htop rodando no Lubuntu 20.04

LXQt não é apenas para usuários com um hardware antigo, mas também para aqueles que buscam uma experiência simples e clássica em sua nova máquina.

O layout da área de trabalho é semelhante ao desktop Plasma do KDE, você não acha?

Lubuntu 20.04 Desktop

Lubuntu 20.04 Desktop

Há um menu de aplicativos no canto inferior esquerdo, uma barra de tarefas para aplicativos fixos e ativos e uma bandeja do sistema no canto inferior direito .

O Lubuntu em sua versão LXQt pode ser facilmente personalizado e tudo está no menu em preferências, com a maioria dos itens principais em Configurações LXQt.

É importante mencionar que o LXQt usa o popular gerenciador de janelas Openbox por padrão.

Como os três últimos lançamentos, o 20.04 LTS vem com um tema escuro padrão Lubuntu Arc, mas é rápido e fácil alterá-lo se não se adequar ao seu gosto.

No uso diário, o Lubuntu 20.04 provou para mim completamente livre de problemas como qualquer sabor do Ubuntu, na verdade.

Conclusão

A equipe Lubuntu fez com sucesso a transição para um ambiente de desktop moderno, ainda leve e mínimo. O LXDE parece abandonado e é bom mudar para um projeto ativo.

Espero que o Lubuntu 20.04 deixe você tão entusiasmado quanto eu, e se sim, não deixe de me informar nos comentários abaixo. Fique ligado!

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Dimitrios Savvopoulos e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

Lubuntu 20.04 Review: Lightweight, Minimalistic, Polished

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda