Finalmente! Linux roda perfeitamente no chip Apple M1

21 de janeiro de 2021

O Chip M1 da Apple está em alta por causa de sua impressionante capacidade de desempenho monstruoso em seu próprio MacBook e Mac Mini baseado em ARM.

E, por esse motivo, muitos usuários de Linux desejam colocar as mãos neles. Mas sem o suporte adequado para Linux, seria um pesadelo.

Embora Linus Torvalds não tivesse grandes esperanças para que isso acontecesse, parece que Corellium - uma empresa especializada em virtualização de dispositivos ARM finalmente tornou isso possível.

Em um tweet de Chris Wade (CTO da Corellium), ele menciona que o Linux é completamente utilizável em um Mac Mini M1. Antes de pegar cegamente um dispositivo com Apple Silicon, deixe-me falar mais sobre isso.

O Linux agora pode ser usado completamente no Mac mini M1. Inicializando de USB um desktop Ubuntu completo (rpi). A rede funciona através de um dongle USB. A atualização inclui suporte para USB, I2C, DART. Enviaremos mudanças para nosso GitHub e um tutorial ainda hoje. Agradecimentos à equipe @CorelliumHQ ❤️🙏 pic.twitter.com/uBDbDmvJUG

- Chris Wade (@cmwdotme) 20 de janeiro de 2021

Executando o Ubuntu no Mac Mini M1: Quer tentar?

linux on mac

Créditos de imagem: Corellium Official Blog Post

Como você pode notar na imagem compartilhada no tweet, eles inicializaram com sucesso o Mac Mini M1 com o Ubuntu nele.

Claro, se sua distribuição Linux preferida é o Ubuntu, esta é definitivamente uma boa notícia para você.

No entanto, é importante notar que portar o Linux para M1 não foi fácil e pode vir com algumas desvantagens para o consumidor em geral, à medida que mais pessoas testam e experimentam outras distribuições Linux nele.

Nesse caso, a rede funciona por meio de um dongle USB-C e o suporte para USB, I2C e DART também foi adicionado recentemente. Para testá-lo depois de descobrir a compatibilidade do hardware, eles conectaram um hub USB para conectar um teclado, mouse e uma unidade flash.

Não se limitando apenas ao port, mas eles também publicaram um tutorial se você quiser saber mais sobre os detalhes técnicos e quiser fazer você mesmo.

Para obter mais detalhes sobre o kernel personalizado e como eles o fizeram funcionar, você pode consultar a página do GitHub.

Port do Linux para M1 (GitHub)

Considerações finais

Para ficar no lado seguro, você pode querer esperar por mais testes, incluindo outras distribuições por entusiastas e consertadores da comunidade.

Mas, em última análise, essa é sua decisão, porque ter um port Linux rodando no chip Apple M1 seria uma coisa emocionante e é totalmente compreensível se você quiser colocar as mãos no Mac Mini M1 apenas para rodar Linux.

Mesmo que já tivéssemos outro projeto trabalhando para fazer o Linux funcionar no Apple Silicon, é seguro presumir que eles poderiam aprender muito com esse port e ter sucesso também.

O que você acha disso? Deixe-me saber sua opinião nos comentários abaixo.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Ankush Das e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

Finally! Linux Runs Gracefully On Apple M1 Chip

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda