7 maneiras simples de liberar espaço no Ubuntu e Linux Mint

26 de janeiro de 2021

Está ficando sem espaço em seu sistema Linux? Aqui estão várias maneiras de limpar seu sistema para liberar espaço no Ubuntu e outras distribuições Linux baseadas no Ubuntu.

Com o tempo, qualquer sistema operacional pode ficar confuso à medida que programas são adicionados e removidos. Se você tiver 1 TB de capacidade de armazenamento, talvez não se preocupe em limpar o Ubuntu para criar espaço em disco. Mas se o seu disco rígido tem espaço limitado, como eu tenho um laptop SSD de 128 GB, liberar espaço em disco se torna uma necessidade.

Neste artigo, vou mostrar alguns dos truques mais fáceis para limpar seu sistema Ubuntu e obter mais espaço. Também compartilharei alguns truques avançados para que você tenha escolha.

Mas antes disso, vamos ver como encontrar o espaço livre restante no Ubuntu.

Verifique o espaço livre no Ubuntu

É sempre uma boa ideia verificar o espaço livre em disco no Linux primeiro. Isso é bem fácil no Ubuntu. Basta usar a ferramenta Disk Usage Analyzer. Pesquise no menu e execute a ferramenta. Você deve ver o espaço em disco usado e o espaço livre restante aqui:

Verifique o espaço livre em disco no Ubuntu

Depois de saber o estado do espaço livre em seu disco, é hora de limpar seu sistema e criar mais espaço livre.

Como liberar espaço em disco no Ubuntu e Linux Mint

Como liberar espaço no Ubuntu e Linux Mint

Existem várias maneiras de limpar o espaço em disco no Ubuntu e em outros sistemas baseados no Ubuntu. Eu vou mostrar vários truques de linha de comando aqui seguidos por algumas opções de GUI.

Embora eu tenha mencionado várias maneiras aqui, se você é um iniciante, evite aquelas marcadas como ‘Intermediário’ e ‘Especialista’. Não que você não possa usá-los, mas é melhor evitar se você não sabe o que está fazendo.

Estou usando o Ubuntu 16.04 ao escrever este tutorial, mas você pode usar as mesmas etapas para o Ubuntu 18.04 e outras versões do Ubuntu, Linux Mint, elementaryOS e outras distribuições Linux baseadas no Ubuntu.

1. Livre-se de pacotes que não são mais necessários [Recomendado]

Se você leu o guia de comandos apt-get, pode ter encontrado a opção de comando apt-get autoremove.

Esta opção remove libs e pacotes que foram instalados automaticamente para satisfazer as dependências de um pacote instalado. Se esse pacote for removido, esses pacotes instalados automaticamente serão inúteis no sistema.

Ele também remove os kernels antigos do Linux que foram instalados automaticamente na atualização do sistema.

É um comando básico que você pode executar de vez em quando para liberar algum espaço em seu sistema Ubuntu:

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get autoremove

Como você pode ver, este comando vai liberar 300 Mb de espaço livre em meu sistema.

Libere espaço com o comando autoremove

Libere espaço com o comando autoremove

2. Desinstale aplicativos desnecessários [Recomendado]

Todos nós temos alguns jogos e/ou aplicativos que raramente usamos. Não confia em mim? Vá e verifique todo o software instalado em seu sistema Ubuntu.

Encontre o software instalado no Ubuntu

Você pode encontrar os aplicativos instalados no Centro de Software

Provavelmente, você tem vários aplicativos instalados que raramente usa. Talvez você os tenha instalado ao ler sobre um review incrível, por curiosidade ou para realizar uma tarefa específica.

Se precisar de mais espaço, livrar-se dos aplicativos não utilizados ou menos utilizados é sempre uma boa ideia.

Você pode remover um programa no Ubuntu do Centro de Software ou usar o comando abaixo com o nome do aplicativo específico:

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get remove nome-do-pacote1 nome-do-pacote2

3. Limpe o cache APT no Ubuntu

Ubuntu usa APT (Advanced Package Tool) para instalar, remover e gerenciar software no sistema e, ao fazer isso, mantém um cache de pacotes baixados e instalados anteriormente, mesmo depois de serem desinstalados.

O sistema de gerenciamento de pacotes APT mantém um cache de pacotes DEB em /var/cache/apt/archives. Com o tempo, esse cache pode ficar muito grande e conter muitos pacotes de que você não precisa.

Você pode ver o tamanho desse cache com o comando du abaixo:

Comandos para usar no terminal

sudo du -sh /var/cache/apt

Como você pode ver, tenho mais de 500 Mb de armazenamento em cache. Quando você está quase sem espaço, esses 500 Mb podem fazer muita diferença.

Limpe o cache no Ubuntu Linux

Limpar o cache vai liberar espaço

Agora, você tem duas maneiras de limpar o cache do APT.

Remova apenas os pacotes desatualizados, como aqueles substituídos por uma atualização recente, tornando-os completamente desnecessários.

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get autoclean

Ou excluir cache apt em sua totalidade (libera mais espaço em disco):

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get clean

4. Limpar logs de diário do systemd [Intermediário]

Cada distribuição do Linux tem um mecanismo de registro que o ajuda a investigar o que está acontecendo em seu sistema. Você terá dados de registro do kernel, mensagens de registro do sistema, saída padrão e erros para vários serviços no Ubuntu.

O problema é que, com o passar do tempo, esses logs ocupam uma quantidade considerável de espaço em disco. Você pode verificar o tamanho do registro com este comando:

Comandos para usar no terminal

journalctl --disk-usage

Agora, existem maneiras de limpar os logs de diário do systemd. O mais fácil para você é limpar os logs com mais de alguns dias.

Comandos para usar no terminal

sudo journalctl --vacuum-time=3d

Aqui está um exemplo:

abhishek@itsfoss:~$ journalctl --disk-usage
Archived and active journals take up 1.8G in the file system.

abhishek@itsfoss:~$ sudo journalctl --vacuum-time=3d
Vacuuming done, freed 1.7G of archived journals from /var/log/journal/1b9ab93094fa2984beba73fd3c48a39c

5. Remover versões anteriores de aplicativos Snap [Intermediário]

Você provavelmente já sabe que os pacotes do Snap são maiores. Além disso, o Snap armazena pelo menos duas versões mais antigas do aplicativo (no caso de você querer voltar para a versão anterior). Isso consome um grande pedaço de espaço. No meu caso, eram mais de 5 GB.

du -h /var/lib/snapd/snaps
4.0K    /var/lib/snapd/snaps/partial
5.6G    /var/lib/snapd/snaps

Alan Pope, parte da equipe Snapcraft da Canonical, criou um pequeno script que você pode usar e executar para limpar todas as versões anteriores de seus aplicativos snap.

O que você precisa fazer aqui é criar um novo script de shell e usar as seguintes linhas em seu script:

#!/bin/bash
# Removes old revisions of snaps
# CLOSE ALL SNAPS BEFORE RUNNING THIS
set -eu
snap list --all | awk '/disabled/{print $1, $3}' |
    while read snapname revision; do
        snap remove "$snapname" --revision="$revision"
    done

Dê a ele permissão de execução, execute o script de shell com sudo e veja a mágica. O script removeu os pacotes mais antigos do Snap e liberou mais da metade do espaço de 5 GB usado pelo Snap.

du -h /var/lib/snapd/snaps
4.0K    /var/lib/snapd/snaps/partial
2.5G    /var/lib/snapd/snaps

6. Limpe o cache de miniaturas [Intermediário]

O Ubuntu cria automaticamente uma miniatura, para visualização no gerenciador de arquivos. Ele armazena essas miniaturas em um diretório oculto em sua conta de usuário no local ~/.cache/thumbnails.

Com o tempo, o número de miniaturas aumentaria dramaticamente. Além disso, o cache de miniaturas acabará por conter muitas miniaturas supérfluas de imagens que não existem mais.

Você pode verificar o tamanho do cache de miniaturas com o comando abaixo:

Comandos para usar no terminal

du -sh ~/.cache/thumbnails

No meu sistema, o cache de miniaturas tem mais de 300 Mb.

Limpe o cache de miniaturas para liberar espaço no Ubuntu

O tamanho do cache de miniaturas pode ser uma martelada no dedo.

Portanto, é uma boa prática limpar o cache de miniaturas a cada alguns meses ou mais. A maneira mais rápida é usar o terminal (copie e cole os comandos para evitar erros):

Comandos para usar no terminal

rm -rf ~/.cache/thumbnails/*

7. Encontre e remova arquivos duplicados

Às vezes, você pode ter arquivos duplicados em locais diferentes em seu sistema. Eliminar as duplicatas certamente irá liberar algum espaço e limpar seu sistema Ubuntu.

Você pode usar uma ferramenta de GUI como FSlint ou uma ferramenta de linha de comando como FDUPES para esta tarefa. Recomendo a leitura deste artigo para ver como usar essas ferramentas para remover arquivos duplicados.

fdupes-tutorials

FDUPES: localizando e removendo arquivos duplicados

8. Remova kernels Linux antigos que foram instalados manualmente [Especialista]

O comando discutido no ponto 1 remove kernel Linux antigo. Mas não funcionará se você instalar manualmente o kernel no Ubuntu. Mas remover kernels antigos e não usados do Linux ainda vai economizar muito espaço.

Portanto, se você instalou manualmente um kernel do Linux, talvez também possa desinstalá-lo manualmente.

Liste todos os kernels Linux instalados primeiro:

Comandos para usar no terminal

sudo dpkg --list 'linux-image*'

Remover os kernels antigos é o mesmo que remover qualquer outro pacote. Estou usando a expansão do shell para os números de versão para economizar digitação. Ele exibirá uma lista de pacotes que serão removidos, para que você possa verificar a lista antes de continuar.

Nota: Substitua VERSAO pela versão do kernel que você deseja remover.

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get remove linux-image-VERSAO

Minha recomendação é manter pelo menos dois ou preferencialmente três kernels incluindo o mais recente. Desta forma, você terá pelo menos um/dois outros kernels para inicializar, se por alguma razão o kernel mais recente você não conseguir inicializar.

9. Remova pacotes órfãos [Especialista]

Esta etapa deve ser evitada se você for um iniciante. Não sou fã deste método e aconselho que o evite.

Primeiro, vamos ver o que é um pacote órfão no Ubuntu.

Suponha que você instalou um pacote meuprograma. Mas este pacote depende da biblioteca minhalib. Normalmente, esta biblioteca é instalada automaticamente com meuprograma. Quando você exclui meuprograma, minhalib ainda pode permanecer no sistema. Portanto, minhalib, neste caso, torna-se um pacote órfão.

Agora, o comando listado no ponto 1 remove esses pacotes órfãos. Mas imagine o caso em que você instalou manualmente o minhalib antes de instalar o myprogram. O comando apt autoremove pode não remover o pacote órfão neste caso. E, portanto, você terá que excluí-lo manualmente.

Você terá que encontrar todos os pacotes órfãos primeiro e depois removê-los. Felizmente, temos uma ferramenta GUI para fazer isso: gtkorphan, uma interface gráfica para o deborphan.

Instale o gtkorphan por meio do terminal:

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get install gtkorphan

E para remover pacotes órfãos, procure pela ferramenta Removed Orphaned Package e execute-a para encontrar todos os pacotes órfãos em seu sistema:

Remover pacotes órfãos no Ubuntu

Encontrando e removendo pacotes órfãos no Ubuntu

Honestamente, não vou para esta opção a menos que você realmente precise de cada Mb de espaço livre.

Dica bônus: Usando ferramentas GUI para liberar espaço no Ubuntu

Vimos várias opções de linha de comando para liberar espaço no sistema Linux, mas entendo se você não quiser usar os comandos.

Lembrar de todos os comandos ou usá-los um por um pode não ser conveniente para você. E é por isso que temos várias ferramentas de GUI que o ajudarão a fazer isso em poucos cliques com uma interface fácil de usar.

Stacer é uma dessas ferramentas que você pode usar. Você pode ler este artigo para saber como usar o Stacer no Ubuntu.

Stacer - Dashboard

Stacer - Dashboard

Você pode verificar mais ferramentas para limpar o Ubuntu e criar espaço livre facilmente.

Conclusão

Então, você viu várias maneiras de limpar o sistema Ubuntu. Pessoalmente, eu uso apt-get autoremove com mais frequência do que qualquer outro comando aqui. O uso regular deste comando mantém o sistema livre de arquivos desnecessários.

Espero que este artigo tenha ajudado você a criar espaço livre no Ubuntu, Linux Mint e outras distribuições semelhantes. Deixe-me saber se isso funcionou para você ou se você tem alguma outra dica para compartilhar.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Abhishek Prakash e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

7 Simple Ways to Free Up Space on Ubuntu and Linux Mint

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda