Como instalar o Tomahawk Player no Ubuntu Linux

12 de janeiro de 2019

! [Como instalar o Tomahawk Music Player no Ubuntu 14.04](Install_Tomahawk_Music_Player_Ubuntu_14.webp) Como instalar o Tomahawk Music Player no Ubuntu 14.04 O projeto Tomahawk foi descontinuado e não deve ser mais usado. Tente outro jogador como Sayonara.

Tomahawk é talvez o reprodutor de música mais bonito para Linux em termos de interface de usuário. É também um dos aplicativos de música com mais recursos. Ele suporta a integração de vários reprodutores de streaming de música, como Spotify, Grooveshark, Google Play Music, iTunes, etc.

Na verdade, é um reprodutor de música social onde você pode até mesmo enviar faixas para seus amigos como sugestão e eles podem reproduzi-las com seu serviço de música preferido. Se você quiser experimentar, vamos ver como você pode instalar o Tomahawk no Ubuntu 14.04 e no Linux Mint 17.

Instale o Tomahawk no Ubuntu

O Tomahawk tem seu PPA oficial que você pode usar para instalá-lo no Ubuntu e em outras distribuições Linux baseadas no Ubuntu. Abra um terminal e use os seguintes comandos nele:

Comandos para usar no terminal

sudo add-apt-repository ppa:tomahawk/ppa sudo apt-get update sudo apt-get install tomahawk

Uma vez instalado, você pode executá-lo a partir do Unity Dash. Configurar o Tomahawk não é grande coisa. Deixo para você explorá-lo. Aqui está uma captura de tela de como fica no Ubuntu 14.04 com Unity:

! [Interface do Tomahawk Music Player no Ubuntu 14.04](Tomahawk_Music_Player_Ubuntu.webp) Interface do Tomahawk Music Player no Ubuntu 14.04 Como você encontra o Tomahawk? Você acha que é melhor do que o reprodutor de música Rhythmbox padrão do Ubuntu ou outros reprodutores de música mais populares como Banshee e Clementine? Compartilhe suas opiniões.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Abhishek Prakash e publicado no site itsfoss.com. Tradução sujeita a revisão.

How to Install Tomahawk Player in Ubuntu Linux

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda