Como instalar o Linux Mint 20 [A maneira mais simples possível]

Linux Mint é a melhor distribuição Linux para iniciantes. Aprenda como instalar o Linux Mint e torná-lo seu principal e único sistema operacional.

24 de julho de 2020
Como instalar o Linux Mint 20 [A maneira mais simples possível]

Sem dúvida, Linux Mint é uma das melhores distribuições Linux para iniciantes. É fácil de usar, não consome muitos recursos do sistema e tem muitos softwares disponíveis.

Linux Mint 20 foi lançado recentemente. Existem algumas melhorias de desempenho e vários novos recursos no Mint 20.

Existem várias maneiras de instalar o Linux Mint:

Neste tutorial, vou mostrar como instalar o Linux Mint removendo outros sistemas operacionais do seu computador.

Instale o Linux Mint substituindo o Windows ou qualquer outro sistema operacional

Instalar Linux Mint

Estou usando o Linux Mint 20 edição Cinnamon. No entanto, as etapas funcionam para outras versões do Mint e variantes de desktop, como Xfce e MATE. A captura de tela pode parecer um pouco diferente, mas as etapas permanecem as mesmas.

Requisitos:

  • Um USB de pelo menos 4 GB de tamanho. Você também pode usar um DVD.
  • Conexão de internet ativa para download do Linux Mint ISO e ferramenta de criação de live-USB. A Internet não é necessária para instalar o Linux Mint.
  • Isso é opcional, mas se você tiver dados importantes sobre o sistema onde irá instalar o Linux Mint, você deve copiar os arquivos em um disco externo.

Requisitos mínimos do sistema para a edição Cinnamon padrão do Linux Mint 20:

  • Mínimo 1 GB de RAM (2 GB recomendados para um uso confortável).
  • Mínimo 15 GB de espaço em disco (20 GB recomendado).
  • Resolução mínima de 1024 × 768 (em resoluções mais baixas, pressione ALT para arrastar as janelas com o mouse se elas não couberem na tela).

Atenção: Este método de instalação do Linux Mint formata todo o disco. Isso significa que todos os dados presentes no sistema serão apagados. Por este motivo, salve seus dados em um disco USB externo para que você possa copiá-lo de volta após instalar o Mint.

Etapa 1: Baixar Linux Mint ISO

Acesse o site do Linux Mint e baixe o Linux Mint no formato ISO. Este arquivo é usado para criar o USB de instalação.

Baixe o Linux Mint

Você encontrará três variantes:

  • Cinnamon
  • MATE
  • Xfce

Se você não sabe sobre eles, vá com a edição padrão do Cinnamon. Ao clicar nele, você encontrará vários sites espelho e links de torrent para baixar o arquivo ISO.

Se você tiver uma boa conexão com a Internet para baixar 2 GB de arquivo sem problemas, use um espelho mais próximo de seu país de residência (para download mais rápido).

Se você não tiver uma conexão de Internet boa e consistente, opte pela versão torrent (se você souber o que é torrent).

Baixe o Linux Mint

Baixe o Linux Mint

Etapa 2: Crie um USB ativo do Linux Mint

Agora que você baixou o ISO, é hora de criar um USB ativo do Linux Mint.

Você precisará de um software dedicado que crie um USB ativo. Existem várias dessas ferramentas disponíveis gratuitamente. Você pode usar o Etcher que está disponível no Windows, Linux e macOS.

Se você estiver usando o Windows, também pode usar o Rufus. No exemplo aqui, usei Rufus.

Baixe o Rufus e execute o arquivo .exe e você verá uma tela como a imagem abaixo.

Criar Linux Mint Live Usb

Você seleciona o ISO. Agora, o esquema de particionamento pode ser confuso. Quase todos os computadores nos últimos 7 anos ou mais usam o esquema de particionamento GPT. Os computadores mais antigos podem usar o particionamento MBR. Você deve verificar qual seu sistema usa para ter certeza.

Se você escolher o esquema de particionamento incorreto, talvez não consiga dar o boot no Linux Mint. Nesse caso, volte a esta etapa e recrie o USB escolhendo o outro esquema de particionamento.

Etapa 3: inicialize do Linux Mint USB live

Depois de criar com sucesso o Linux Mint USB, é hora de usá-lo para instalar o incrível Linux Mint.

Conecte o USB ativo do Linux Mint e reinicie o sistema. Na tela de inicialização, ao ver o logotipo do fabricante do computador, pressione F2 ou F10, ou F12, para inserir as configurações do BIOS.

Aqui, você deve certificar-se de que a inicialização por USB ou mídia removível está no topo da ordem de inicialização.

Ordem de inicialização no BIOS

Mova o USB no topo da ordem de inicialização

Esta tela pode parecer diferente para diferentes fabricantes. Você terá que encontrar essa configuração por conta própria ou pesquisar na internet.

Faça as alterações, salve e saia.

Etapa 4: Instale o Linux Mint

Agora você deve inicializar no ambiente Live Linux Mint. Você verá uma tela como esta, que oferece algumas opções. Vá com a primeira opção.

Inicialização do Linux Mint

Em alguns segundos, você estará dentro do ambiente ativo do Linux Mint. Pode levar mais tempo se você tiver USB 2.

Você verá um ícone “Instalar Linux Mint” na área de trabalho. Clique nele para iniciar o procedimento de instalação.

Instalar Linux Mint do Live Usb

Ele solicitará que você escolha algumas configurações básicas, como idioma e layout de teclado. Escolha os mais adequados para o seu sistema.

Seleção de layout de teclado Linux Mint

Evite conectar-se à Internet durante a instalação

Eu recomendo fortemente NÃO conectar à internet durante a instalação do Linux Mint. Desta forma, a instalação é mais rápida, pois não tenta baixar atualizações durante a instalação.

Não se conectar à Internet também pode lhe poupar algumas surpresas desagradáveis. Eu encontrei um erro ‘grub-efi-amd64-signed’ package failed to install into /target e minha instalação falhou. Desconectei o USB ativo e tentei instalá-lo novamente sem me conectar à Internet e o erro não apareceu desta vez.

A próxima tela é a parte mais importante da instalação do Linux Mint. Você vai formatar todo o disco rígido e instalar o Linux Mint. Linux Mint será o único sistema operacional em seu computador.

Novamente, isso significa que você perderá todos os dados no disco. Copie os arquivos importantes em um disco externo.

Nesse método, o Linux Mint lida com tudo sozinho. Ele cria uma partição ESP para o gerenciador de inicialização EFI de cerca de 500 MB e o resto do disco é alocado para a partição raiz. A raiz consiste em um swapfile para uso de swap e seu diretório inicial. Esta é a configuração mais fácil sem nenhum esforço extra.

Apagar disco e instalar o Mint

Você será avisado de que o disco será formatado. Clique em continuar e você terá que selecionar o fuso horário no próximo. Você pode alterá-lo mais tarde também.

Timezone Selection Linux Mint

Depois disso, você verá uma tela que pede para você definir o nome de usuário e a senha. Use uma senha fácil de lembrar porque você precisará usá-la o tempo todo.

Criar usuário durante a instalação do Linux Mint

Criar usuário e senha durante a instalação do Linux Mint As coisas são bem simples a partir daqui. Você apenas tem que esperar cerca de 5 a 10 minutos para que a instalação seja concluída.

Instalando o Linux Mint

Instalando o Linux Mint

Instalando o Linux Mint

Assim que a instalação terminar, será solicitado que você reinicie o sistema. Reinicie.

Conclusão da instalação do Linux Mint

Quando o sistema é desligado, ele também pede que você remova o USB ativo e pressione Enter.

Concluir instalação do Linux Mint

Remova o USB e pressione Enter

Bem, é isso. Agora você inicializará no Linux Mint. Digite sua senha que você criou anteriormente e você entrará no Linux Mint para ver uma tela de boas-vindas como esta:

Tela de boas-vindas do Linux Mint

Aproveite o Linux Mint

Como você acabou de instalá-lo, leia nossa recomendação de coisas a fazer após a instalação do Linux Mint 20.

Espero que este tutorial tenha ajudado você a instalar o Linux Mint 20 facilmente. Se você enfrentar quaisquer problemas ou dificuldades ou se tiver alguma confusão, fique à vontade para deixar um comentário abaixo.

Via itsfoss.com. Você pode conferir o post original em inglês:

How to Install Linux Mint 20 [The Simplest Way Possible]
Aproveite e assista um de nossos vídeos