Google muda Android para OpenJDK para combater ações judiciais da Oracle

9 de janeiro de 2016

A Oracle está processando o Google sobre o uso de Java no Android há algum tempo, mas o Google tomou medidas para evitar que versões futuras do Android sejam afetadas por outros processos.

História da disputa

A disputa judicial Oracle America, Inc. v. Google, Inc. está em andamento desde agosto de 2010. Neste caso, a Oracle alega que o Google está infringindo seus direitos autorais e patentes associadas ao Java ao incluir alguns Bibliotecas Java no Android.

Quando o Google apresentou o Android pela primeira vez em 2007, eles anunciaram que usariam Java para parte do sistema. Esta foi a época em que Java era propriedade da Sun Microsystem. Na época, a Sun estava aberta ao Google usando Java. Houve uma tentativa de chegar a um acordo de licenciamento, mas não deu em nada. Depois que a Oracle comprou a Sun e adquiriu o Java, houve outra rodada de conversas animadas, que não resultou em um acordo. A Oracle então abriu um processo contra o Google.

Depois que a Oracle comprou a Sun e, portanto, adquiriu o Java, houve outra rodada de conversas animadas, que também não resultou em um acordo. A Oracle então abriu um processo contra o Google.

Google usa código aberto para combater a Oracle

Para evitar que a Oracle entre com mais ações judiciais, o Google anunciou que irá substituir as bibliotecas Java atuais por OpenJDK, que está disponível gratuitamente sob a GPL. O OpenJDK é basicamente uma versão open source do Java também fornecida pela Oracle.

Você leu certo. O Google está evitando novas disputas de licenciamento do Java mudando para uma versão de código aberto do Java fornecido pela empresa que atualmente os está processando.

Além de evitar que a Oracle tome medidas legais futuras, a implementação do OpenJDK também permite que o Google use os recursos mais recentes do Java. Desde 2007, o Android usa uma implementação de Java chamada Apache Harmony. O Apache parou de oferecer suporte ao Harmony em 2011, mas o Google manteve o projeto vivo.

Agora que o OpenJDK está mais maduro, o Google pode descartar o código antigo e aproveitar as vantagens de recursos mais novos e atualizados.

O que você acha da mudança do Google? Eles deveriam ter feito isso antes?

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por John Paul e publicado no site itsfoss.com. Tradução sujeita a revisão.

Google Switches Android to OpenJDK To Counter Oracle Lawsuits

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda