Como fazer o Ubuntu se parecer com o macOS em 5 etapas fáceis

1 de outubro de 2020

A personalização é uma das principais razões porque eu uso o Linux. Não há fim para o tipo de personalização que você pode fazer no Linux de sua área de trabalho. Você pode alterar ícones, temas, alterar fontes, alterar terminais, adicionar screenlets, miniaplicativos indicadores, extensões e outros.

Cobrimos várias dicas e truques de personalização de desktop no "é Livre e Aberto". Neste, vou mostrar como fazer o Ubuntu se parecer com o macOS.

Muitas pessoas usam o macOS por causa de sua aparência simplista e elegante. Você pode discordar dela, mas continua sendo uma opinião popular. Até mesmo existem distribuições Linux que têm a aparência do macOS.

Um dos leitores solicitou que mostrássemos como fazer o Ubuntu se parecer com o macOS e, portanto, criamos este tutorial. Na verdade, este é um bom exemplo para mostrar a capacidade de personalização do Linux para desktop.

Não, você não precisa instalar uma nova distribuição apenas para personalizar o visual. Você pode fazer alguns ajustes por conta própria e dar ao seu sistema uma aparência de Mac.

Como renovar o macOS no Ubuntu Linux

Embora este artigo sugira que seja para o Ubuntu, você pode segui-lo para outras distribuições com a área de trabalho GNOME com poucas ou nenhuma alteração. Certifique-se de verificar seu ambiente de área de trabalho.

Para ser honesto, mesmo se você estiver usando algum outro ambiente de área de trabalho, você ainda pode dar algumas dicas sobre quais mudanças fazer. Mas você deve certificar-se de seguir as etapas usando as ferramentas de seu DE.

Pré-requisitos: GNOME Tweaks e GNOME Extensions

Certifique-se de instalar a ferramenta GNOME Tweaks. Você precisará dele para alterar os temas e ícones.

Você também precisará habilitar extensões do GNOME para alterar o GNOME Shell e adicionar réguas.

Depois de habilitar a extensão GNOME, você precisa instalar a extensão “temas do usuário” de extensões Gnome ou apenas ir para este link e clicar no botão para ligá-lo.

Também espero que você tenha algum conhecimento sobre a instalação de temas no Ubuntu. No entanto, tocarei brevemente neste assunto.

Vamos ver as etapas uma por uma.

Etapa 1: Instale um tema GTK inspirado no macOS

Como o foco está em fazer o GNOME se parecer com o macOS, você deve escolher um tema como o macOS. Existem muitos temas semelhantes ao do macOS.

Baixe um tema de sua escolha

Você pode acessar o site Gnome-look e procurar temas para GTK3. Não se preocupe se vir “Pling” escrito no site com visual Gnome, ambos são do mesmo fornecedor.

Você pode escolher qualquer tema que desejar. Aqui estão alguns temas do macOS que acho que você deveria dar uma olhada:

MCOs 11 McHigh Sierra Catalina McMojave

Vou estar usando “McMojave” neste artigo. Você pode escolher qualquer tema que desejar. Você encontrará o botão suspenso de download no lado direito do site, clique nele.

Tema escuro Mcmojave

Tema escuro McMojave

Aqui você pode encontrar vários arquivos “.tar.xz”. Esses arquivos diferentes contêm o mesmo tema com pequenas diferenças. Como em “McMojave”, temos variações como tema escuro e claro. Você pode experimentar todos ou apenas escolher qualquer um que desejar no carrossel fornecido no meio.

Defina o tema baixado

Extraia o tema baixado e copie esta pasta de tema extraída para a pasta .local/share/themes.

Abra a ferramenta GNOME Tweak e altere o tema Aplicativo e Shell. Assim que você mudar os temas, poderá ver aqueles três botões amarelos, verdes e vermelhos e o logotipo da Apple no canto superior esquerdo. Você também pode notar mudanças nos itens do painel.

Mcmojave Desktop

McMojave GTK e tema Shell

Etapa 2: Instale ícones no estilo macOS

A próxima etapa nesta reforma do macOS é usar ícones semelhantes ao macOS.

Baixe o conjunto de ícones

Aqui estão alguns conjuntos de ícones que sugiro que você possa baixar no site do Gnome:

McMojave-circle Mojave CT-icons Ícones Cupertino

Vou usar o McMojave-circle nesse artigo, mas sinta-se a vontade para usar quaisquer ícones você gostar.

Assim como o tema, você pode baixá-lo no botão suspenso “download” do lado direito. Aqui você também pode encontrar várias versões diferentes dos mesmos ícones.

Círculo Mcmojave

Mcmojave Circle

Definir ícone

Agora defina o ícone baixado. Para isso, extraia a pasta de download e copie-a para a pasta .icons em seu diretório inicial. Consulte este artigo sobre instalação de temas de ícones no Ubuntu.

Esta é a aparência deste ícone:

Mcmojave Circle Icons Look

Aparência dos ícones McMojave Circle

Etapa 3: Adicionar dock similar ao macOS

Sem o dock similar ao macOS, seu Ubuntu não será parecido com o macOS. Existem vários docks disponíveis para Linux. Eu gosto de Dash to Dock e vou usá-lo aqui.

Dash to Dock é uma extensão do GNOME. Agora você está familiarizado com as Extensões GNOME. Basta acessar este link e clicar no botão de alternância para instalá-lo. Seu dock nativo será automaticamente substituído pelo dash-to-dock.

Você pode alterar as configurações clicando com o botão direito do mouse no botão “mostrar aplicativos” (botão de menu mais à direita) e selecionando “Dash to dock settings”.

Dash To Dock 1

Dash To Dock

Etapa 4: Use o papel de parede do macOS

A maioria das coisas complicadas está pronta. Agora é hora de definir o papel de parede do macOS. Você pode baixar papéis de parede padrão do macOS no link abaixo:

Baixe papéis de parede do macOS

Altere o plano de fundo da área de trabalho

Vou usar o papel de parede do “Mojave Day”. Clique com o botão direito na imagem baixada e selecione a opção ‘Definir como papel de parede’ para alterar o papel de parede.

Depois de definir este papel de parede, meu sistema ficará assim:

Papel de parede do dia do Mojave

Alterando o papel de parede da tela de bloqueio

A opção de plano de fundo da tela de bloqueio foi removida das configurações do Ubuntu 20.04. Agora ele usa papel de parede desfocado como plano de fundo da tela de bloqueio.

Para definir um papel de parede de tela de bloqueio personalizado, você pode usar a extensão “Fundo da tela de bloqueio”.

Abra a configuração da extensão “Fundo da tela de bloqueio” e defina o papel de parede da tela de bloqueio.

Bloquear configuração de fundo da tela

Configuração de fundo da tela de bloqueio de sessão

É assim que a tela de bloqueio se parece agora. Se você está se perguntando, aqui está como fazer uma captura de tela da tela de bloqueio no Ubuntu.

Lock Screen

Tela de bloqueio

Login Screen

Tela de login

Por vários anos, a fonte principal do sistema no macOS é ‘San Francisco’. Mas essa fonte San Francisco não é de domínio público, mas proprietária, como tantas outras coisas no ecossistema da Apple. Por esse motivo, você não pode usar esta fonte.

O que você pode fazer é usar uma fonte de código aberto que se pareça com as fontes de São Francisco. Eu recomendo usar a fonte Roboto do Google ou Source Sans Pro da Adobe.

A instalação de fontes é simples no Ubuntu. Baixe os arquivos zip das fontes e clique duas vezes nos arquivos ttf da pasta extraída. Isso lhe dará a opção de instalar as fontes uma por uma.

Se você quiser economizar tempo e instalar todas as fontes de uma vez, extraia todas as fontes para o diretório “.fonts” em sua pasta pessoal (~/.fonts).

Fonts

Instalando as fontes

Depois de instalar as fontes, você pode alterar a fonte do sistema usando a ferramenta GNOME Tweaks.

Definir fontes

Definindo as fontes

Dica de bônus: destaque como o inicializador de aplicativos (se você quiser ir além)

Se você é fã do inicializador do MacOS Spotlight, pode ter algo semelhante no Linux também. Meu pacote favorito para obter este tipo de iniciador é “Albert“.

Você pode encontrar as instruções de instalação do Albert em seu site.

Após a instalação; abra “Albert” e defina a tecla de atalho (combinação de teclas que você deseja para abrir o iniciador) e você está pronto para ir. Acho que no macOS, o Command + Space é lançar o Spotlight. Você pode definir Super + Space como atalho de teclado no Ubuntu também.

Você terá muitos temas integrados, na imagem abaixo eu usei “Spotlight dark”.

Albert não será capaz de iniciar aplicativos diretamente, você tem que dar permissões para onde ele pode procurar os resultados da pesquisa.

Configurações do Albert

Configurações do Albert

Após a configuração, é assim que parece:

Albert Look

Albert dark theme

Esta é a aparência do meu Ubuntu 20.04 depois de fazer todas as personalizações. Parece com o macOS? Você é o juíz.

Macos Theme for Linux

macOS Theme

Ubuntu com macOS makeover

Então esse foi um artigo explicando como você pode fazer sua área de trabalho GNOME se parecer com o macOS. Como eu disse no início, este é um bom exemplo da capacidade de personalização do desktop Linux.

Se você tem novas idéias ou tem alguma dúvida; a seção de comentários é toda sua.

Escrito por Sumeet com entradas adicionais de Abhishek Prakash.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Community e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

How to Make Ubuntu Look Like macOS in 5 Easy Steps

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda