Lançado Darktable 2.0! Instalação via PPA disponível

9 de novembro de 2019

Aplicativo de fotografia de código aberto Darktable lançou a versão 2.0 com uma série de mudanças na GUI e recursos.

! [Darktable 2.0 lançado. Instalação para UBuntu Linux](Darktable-e1451125800990.webp) Darktable 2.0 lançado. Instalação para UBuntu Linux Darktable não é uma alternativa do Photoshop para Linux. Em vez disso, é usado para edição de pós-produção de imagens brutas, algo que os entusiastas da fotografia proprietários de DSLR usam muito.

Aplicativos normais de visualização de imagens, como Shotwell, não podem nem exibir imagens brutas. Darktable não apenas exibe as imagens raw, mas você também pode fazer uma edição extensiva dessas imagens raw. Esta é a razão pela qual Darktable é chamado de “lighttable virtual e darkroom para fotógrafos”.

Novos recursos no Darktable 2.0

  • portado para gtk-3.0
  • a janela de visualização no modo darkroom agora é dimensionada dinamicamente
  • melhorias hidpi
  • navegar na mesa de luz com as teclas de seta e espaço/enter
  • permite adicionar nós de tom e curva basal com ctrl-clique
  • a informação da imagem agora suporta altitude GPS
  • novo modo de impressão
  • gerenciamento de cores de tela retrabalhado (softproof, verificação de gama etc.)
  • recurso de exclusão/lixo
  • exportação para PDF
  • novo parâmetro de modo no painel de exportação para ajustar a aplicação de estilos na exportação
  • novo cache de miniaturas substitui o cache de mipmap, melhora a estabilidade e a velocidade
  • todas as miniaturas agora são totalmente gerenciadas por cores
  • agora é possível gerar miniaturas para todas as imagens da biblioteca
  • câmera assíncrona e detecção de impressora
  • noiseprofiles estão em arquivo JSON externo agora
  • relações de aspecto para cortar e girar podem ser adicionadas ao arquivo de configuração
  • módulo de reconstrução de cores
  • deflicker de estilo lanterna mágica foi adicionado ao módulo de exposição (extremamente útil para intervalos de tempo)
  • marcas d'água de texto
  • sombras e destaques: adicionar opção para ajuste de ponto branco
  • temperatura Kelvin mais adequada, ajuste fino da interpolação predefinida no equilíbrio de branco iop
  • demosaicing cru monocromático (para câmeras com matriz de filtro de cor fisicamente removida)
  • módulo de ponto preto/branco bruto
  • O suporte a 32 bits está obsoleto devido ao espaço de endereço virtual limitado
  • numerosos vazamentos de memória foram exterminados
  • melhorias de estabilidade geral
  • Mais câmeras suportadas agora

Se você se sentir confuso ao ler esta longa lista de recursos, você pode assistir a este vídeo comparando os recursos entre Darktable 1.6 e 2.0.

Instale Darktable 2.0 no Linux baseado no Ubuntu

Instalar o Darktable 2.0 é mais fácil em distribuições Linux baseadas no Ubuntu, como Linux Mint, elementaryOS etc, graças ao seu PPA oficial.

Abra um terminal e use os seguintes comandos para instalar o Darktable 2.0:

Comandos para usar no terminal

sudo add-apt-repository ppa:pmjdebruijn/darktable-release

sudo apt-get update

sudo apt-get install darktable

Para desinstalar o Darktable 2.0, use o comando abaixo:

Comandos para usar no terminal

sudo apt-get remove darktable

sudo add-apt-repository --remove ppa:pmjdebruijn/darktable-release

Instalação de Darktable 2.0 em outras distribuições Linux

Darktable 2.0 deve estar disponível no repositório oficial de sua distribuição Linux mais cedo ou mais tarde. Até então, você pode baixar e usar o código-fonte para instalar o Darktable 2.0:

Baixe o código-fonte do Darktable 2.0

Em histórias relacionadas, sugiro ler este post para saber que tipo de aplicativos de fotos para Linux estão disponíveis.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Abhishek Prakash e publicado no site itsfoss.com. Tradução sujeita a revisão.

Darktable 2.0 Released! Installation via PPA Available

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.

Siga-nos nas redes sociais

Telegram

t.me/LivreeAberto

Twitter

twitter.com/LivreeAberto

Instagram

instagram.com/LivreeAberto

Youtube

youtube.com
Propaganda