Veja por que você pode considerar o Linux ao criar conteúdo

10 de outubro de 2021

Voltando a quatro/cinco anos atrás, eu não usava o Linux como meu sistema operacional do dia a dia. Sim, em uma máquina virtual ou de inicialização dupla, com certeza.

Eu fiquei com o Windows dizendo - "O Linux não é fácil de usar, e só funciona com comandos/terminal".

Na minha defesa, eu não sabia muitas coisas naquela época. Mas, quando finalmente tomei coragem e comecei a usar o Linux como sistema operacional diário, comecei a explorar como as coisas funcionam e fiquei impressionado por muitas coisas.

Incluindo algumas das razões convincentes pelas quais o Linux é melhor que o Windows.

Demorei alguns dias para entender os fundamentos e aprender sobre os utilitários de software não disponíveis para o Linux.

Mas, surpreendentemente, não precisei usar o Windows para a maioria das minhas tarefas, exceto jogos multiplayer. E, graças à Valve, isso está prestes a mudar com o suporte para o BattlEye e Easy-Anti Cheat adicionado ao Linux.

Não se preocupe; Eu não sou um daqueles que recomenda abandonar outros sistemas operacionais. Você deve sempre usar o que está confortável.

Mas, neste artigo, quero destacar algumas coisas por que você pode querer mudar para o Linux se for um criador de conteúdo como eu.

Uso de recursos do sistema eficiente

Eu não estou exagerando aqui, mas se você vai usar uma das melhores distribuições do Linux, seus recursos do sistema agradecerão por escolher o Linux.

Considerando meu cenário, eu tenho um processador i5-7400 com 16 GB de RAM.

Quando eu inicializo no Windows, os programas de inicialização como o antivírus, ferramentas de software para periféricos, e outros já comem cerca de 30-40% da minha RAM.

E, quando eu começo a usar o navegador ou qualquer outro aplicativo intensivo de recursos, mal chego à fazervárias coisas ao mesmo tempo livremente.

Quando se trata do Linux, a menos que eu abra muitas guias no navegador ou vários programas, ele não consome muita memória por padrão.

O Windows tem muitos serviços/processos em execução em segundo plano, e você precisa se esforçar para "aliviar" sua experiência. Mas o Linux não requer tais ajustes para gerenciar os recursos; já faz bem.

Eu sei que não é exatamente uma comparação "maçãs para maçãs". Ainda assim, eu me consideraria um pouco um usuário avançado com muitas guias do navegador ativas para pesquisar e vários aplicativos (comunicação, produtividade, programa de máquina virtual, etc.) enquanto monitorando constantemente o desempenho do sistema.

Assim, na minha experiência, sinto que posso fazer mais com o Linux usando os mesmos recursos em comparação com o Windows. *

E, como um criador de conteúdo, você provavelmente sabe como é importante ter um sistema eficiente que maximiza sua produtividade sem atrasar sua vida.

É tudo sobre os navegadores da web?

Vamos ser sinceros: a maioria das ferramentas estão disponíveis como serviços da Web. Embora alguns programas/utilitários possam ficar com ofertas nativas, tudo o mais está confiando cada vez mais em computação em nuvem para ajudá-lo a fazer as coisas através do navegador da Web.

Então, você deve avaliar as ferramentas que você usa e se elas são dependentes de plataforma ou não.

Se não, tudo que você precisa usar é o navegador da web.

Para dar um exemplo, eu utilizo muitas ferramentas diretamente do navegador da Web como:

E, se for esse o caso, você acha que há algum motivo para considerar o Windows? Eu vou deixar isso de você.

O Linux suporta todos os principais navegadores da Web, incluindo o Microsoft Edge.

Experiência sem complicações

Como um criador de conteúdo, quanto menos você se preocupa com problemas e solução de problemas no seu computador, mais tempo você economiza.

Tenho certeza que você sabe como a Microsoft lida com falhas nas atualizações do Windows. De vez em quando, ternho que reconfigurar minhas configurações de áudio ou atualizar o driver de gráficos, reinstalar programas e limpar arquivos que restam após uma atualização.

E tem havido alguns casos onde apenas fica travado, e eu olhando para a tela de boas-vindas após uma atualização, irritado por um recurso adicionado pela Microsoft e um pouco mais.

Em relação à minha experiência do Linux, além de alguns problemas de drivers de gráficos da NVIDIA (para algumas distribuições como Fedora), nunca tive que solucionar qualquer outra coisa. Foi uma jornada livre de problemas até agora!

Então, foco no meu trabalho sem sequer me preocupar com uma atualização acontecendo no meu sistema.

O único inconveniente que encontrei com o Linux é que estava desenvolvendo o hábito de "Distro Hopping", que significa experimentar novas distribuições Linux. Considerando que há muitas opções para o seu sistema operacional de desktop, você pode ser encorajado a tentar outra distribuição olhando para seus recursos.

Aqui, deixe-me apontar você para o Zorin OS 16 e elementaryOS 6 se você ainda não estiver usando-os (boa sorte!).

Aplicativos para áudio, vídeo e arte digital/foto

Embora alguns usuários possam avisá-lo que o Linux não oferece um bom suporte de aplicativos, a resposta não é simples.

Sim, você não tem o suporte para a Suite Adobe e algumas aplicações comerciais. Mas você tem alternativas.

Claro, se você depende de uma ferramenta de software específica, o Linux é um grande não para você. Mas, se você não tiver requisitos específicos, você sempre pode optar por explorar as alternativas interessantes disponíveis.

Você pode encontrar editores de vídeo capazes como KdenLive, ferramentas como o GIMP e vários outros aplicativos usados pelos profissionais.

Para obter uma ideia melhor, você pode querer verificar:

Existem alguns editores de vídeo baseados em mídia social decente, baseado em navegador também disponíveis.

Conclusão

No geral, acredito que o Linux pode ser uma escolha perfeitamente adequada para criadores de conteúdo e profissionais criativos.

O Linux como uma plataforma de desktop melhorou muito. E, com várias distribuições do Linux que aprimoram para melhorar a experiência do usuário, a segurança e a confiabilidade, é uma escolha incomum, mas benéfica!

O que você acha do Linux como uma escolha para criadores de conteúdo? Deixe-me saber o que você pensa nos comentários!

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Ankush Das e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

Here’s Why You Can Consider Linux as a Content Creator

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda