Btrfs é agora o sistema de arquivos padrão no Fedora 33

16 de julho de 2020

Embora estejamos a meses do próximo lançamento estável do Fedora (Fedora 33), existem algumas mudanças que valem a pena acompanhar.

Entre todas as outras mudanças aceitas em todo o sistema para o Fedora 33, a proposta de ter o Btrfs como o sistema de arquivos padrão para variantes de desktop foi a mais interessante, que agora foi aprovada.

Aqui está o que o Fedora mencionou para a proposta:

Para instalações do Fedora em notebooks e estações de trabalho, queremos fornecer recursos do sistema de arquivos aos usuários de maneira transparente. Queremos adicionar novos recursos e, ao mesmo tempo, reduzir a quantidade de experiência necessária para lidar com situações como a falta de espaço em disco. O Btrfs está bem adaptado a esta função pela filosofia de design, vamos torná-lo o padrão.

É importante notar que esta não foi uma mudança aceita em todo o sistema até o resultado da votação final do teste.

Mas, agora que o teste foi concluído com sucesso e os votos são a favor, a alteração foi aceita para o lançamento do Fedora 33.

Então, por que o Fedora propôs essa mudança? Vai ser útil de alguma forma? É uma recisão ruim? Como isso afetará as distribuições do Fedora? Vamos falar algumas coisas sobre isso aqui.

Fedora padrão do Btrfs

Quais edições do Fedora afetará?

De acordo com a proposta, todas as edições desktop do Fedora 33, spins e labs estarão sujeitas a esta mudança.

Portanto, você deve esperar que as edições da estação de trabalho obtenham o Btrfs como o sistema de arquivos padrão no Fedora 33.

Benefícios potenciais da implementação desta mudança

Para melhorar o Fedora para laptops e casos de uso de estações de trabalho, o sistema de arquivos Btrfs oferece alguns benefícios.

Agora que o Btrf será o sistema de arquivos padrão, deixe-me apontar as vantagens de ter o Btrfs como o sistema de arquivos padrão:

  • Melhora a vida útil do hardware de armazenamento
  • Fornece uma solução fácil para resolver quando um usuário fica sem espaço livre no diretório raiz ou home.
  • Menos sujeito a corrupção de dados e fácil de recuperar
  • Oferece melhor capacidade de redimensionamento do sistema de arquivos
  • Garante a capacidade de resposta do desktop sob forte pressão de memória, aplicando o limite de I/O
  • Facilita o gerenciamento de configurações complexas de armazenamento

Se você estiver curioso, convém se aprofundar para saber sobre o Btrfs e seus benefícios em geral.

Para não esquecer, Btrf já era uma opção compatível, simplesmente não era o sistema de arquivos padrão.

Mas, no geral, parece que a introdução do Btrfs como o sistema de arquivos padrão no Fedora 33 é uma mudança útil.

O Red Hat Enterprise Linux implementará isso?

É bastante óbvio que o Fedora é considerado a versão de ponta do Red Hat Enterprise Linux.

Portanto, se o Fedora rejeitar a mudança, a Red Hat não a implementará. Por outro lado, se você deseja que o RHEL use o Btrfs, o Fedora deve ser o primeiro a aprovar a mudança.

Para lhe dar mais clareza sobre isso, o Fedora o mencionou em detalhes:

O Red Hat suporta bem o Fedora, de várias maneiras. Mas o Fedora já trabalha junto com os upstreams e depende deles. E este será um deles. Essa é uma consideração importante para esta proposta. A comunidade tem interesse em garantir que ela seja apoiada. O Red Hat nunca dará suporte ao Btrfs se o Fedora o rejeitar. O Fedora precisa necessariamente ser o primeiro e fazer o caso convincente de que ele resolve mais problemas do que alternativas. Os proprietários de recursos acreditam que sim.

Agora que o Fedora aceitou a mudança, teremos que esperar que a Red Hat faça sua mudança, se necessário.

Além disso, é importante observar que, se você não estiver interessado em btrfs no Fedora, deve consultar OpenSUSE e SUSE Linux Enterprise.

Conclusão

Mesmo que pareça que a mudança não deve afetar nenhuma atualização ou compatibilidade, você pode encontrar mais informações sobre as mudanças com o Btrfs por padrão na página wiki do Projeto Fedora.

O que você acha dessa mudança direcionada ao lançamento do Fedora 33? Você gosta da ideia do sistema de arquivos btrfs como padrão no Fedora 33?

Fique à vontade para me dar sua opinião nos comentários abaixo!

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente escrito por Ankush Das e publicado no site itsfoss.com. Traduzido pela rtland.team

Btrfs is now the Default Filesystem on Fedora 33

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda