A cidade de Barcelona expulsa a Microsoft em favor do Linux e do código aberto

12 de janeiro de 2018

A administração da cidade de Barcelona preparou o roteiro para migrar seu sistema existente da Microsoft e software proprietário para Linux e software de código aberto.

Um jornal espanhol, El País, informou que a Cidade de Barcelona está em processo de migração de seu sistema de computador para tecnologias de código aberto.

De acordo com a reportagem, a cidade planeja primeiro substituir todos os seus aplicativos de usuário por aplicativos alternativos de código aberto. Isso continuará até que o único software proprietário remanescente seja o Windows, onde será finalmente substituído por uma distribuição Linux.

Barcelona

Barcelona terá código aberto na primavera de 2019

A cidade tem planos de 70% de seu orçamento de software ser investido em software livre no próximo ano. O período de transição, de acordo com Francesca Bria (Comissária de Tecnologia e Inovação Digital da Câmara Municipal), será concluído antes que o mandato dos atuais administradores chegue ao fim na primavera de 2019.

A migração visa ajudar os talentos locais de TI

Para isso, a cidade de Barcelona começará a terceirizar projetos de TI para pequenas e médias empresas locais. Eles também levarão 65 novos desenvolvedores para construir programas de software para suas necessidades específicas.

Um dos grandes projetos previstos é o desenvolvimento de um mercado digital - uma plataforma online - através do qual os pequenos negócios poderão participar em concursos públicos.

Ubuntu é a escolha para distribuições Linux

A distro Linux a ser usada pode ser o Ubuntu, pois a cidade já está executando um projeto piloto de 1000 desktops baseados no Ubuntu. A notícia também revela que o cliente de email Outlook e o Exchange Server serão substituídos pelo Open-Xchange, enquanto o Firefox e o LibreOffice tomarão o lugar do Internet Explorer e do Microsoft Office.

Barcelona torna-se o primeiro município a aderir à campanha Dinheiro Público, Código Público

Com esta mudança, Barcelona torna-se o primeiro município a aderir à campanha europeia Public Money, Public Code.

É uma iniciativa da Free Software Foundation of Europe e vem depois de uma carta aberta que defende que o software financiado publicamente deve ser gratuito. Esta chamada foi apoiada por mais de cerca de 15.000 indivíduos e mais de 100 organizações. Você também pode adicionar seu apoio. Basta assinar a petição e expressar sua opinião sobre o código aberto.

Dinheiro é sempre um fator

A passagem do Windows para o software de código aberto, segundo Bria, promove a reutilização no sentido de que os programas desenvolvidos possam ser implantados em outros municípios da Espanha ou do mundo. Obviamente, a migração também visa evitar que grandes quantias de dinheiro sejam gastas em software proprietário.

O que você acha?

Esta é uma batalha já vencida e uma vantagem para a comunidade de código aberto. Isso era muito necessário, especialmente quando a cidade de Munique decidiu voltar para a Microsoft.

Qual é a sua opinião sobre o open source da cidade de Barcelona? Você prevê outras cidades europeias seguindo o exemplo? Compartilhe sua opinião conosco na seção de comentários.

Confira também a versão original desse post em inglês
Esse post foi originalmente publicado no site itsfoss.com. Tradução sujeita a revisão.

City of Barcelona Kicks Out Microsoft in Favor of Linux and Open Source

Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda